Palestras 23 junho 2014

Posted in Uncategorized on julho 6, 2014 by Helen Ians

Que os guerreiros sejam bem vindos à Casa de Luz, e aproveitem este momento de paz e tranqüilidade, para que os guerreiros façam seu encontro nesta lua sagrada com o Grande Espírito.

Aproveitem este momento para transformarem o seu universo dentro de um grande caminho, de uma grande fortaleza, sendo sábios e transformando tudo aquilo que já existe dentro de cada guerreiro, e colocando no seu próprio caminho.

Não esqueçam o que toda a corrente fala aos guerreiros: a transformação de um irmão na Terra é feita de dentro para fora.

O que não se resolve, acaba voltando para que você resolva.

Posted in Arte de viver with tags , , on julho 6, 2014 by Helen Ians

resolver problemaComo é dito aqui, nesta Casa, em relação aos remédios aqui preparados, vocês também fazem parte do efeito e do bom uso desta fórmula, deste fluído, através de uma palavra muito pequena da qual vocês não podem mensurar a grandiosidade. Eu falo da FÉ.

A mesma fé que vocês ouviram que move montanhas, e que impulsiona cada um de vocês no momento da tomada de decisão e no acreditar que tudo dará certo.

A mesma fé que é usada na oração de cada um de vocês na hora do seu encontro pessoal com o Grande Pai.

A fé que vocês tem e que procuram, claro, através da medicina terrena. E que, se comparada à medicina espiritual, está muito aquém do aprendizado, muito aquém ainda de saber porque ainda não foi permitido a cura de alguns males que assolam a humanidade. E não foi permitido porque ainda não seria bem usado mas nós, desta Casa de Luz, e de outros lugares que apregoam cura, a elevação espiritual, o aprendizado, podem ofertar a quem procura e, principalmente, para quem acredita.

Portanto, queridos irmãos, mesma postura que vocês tem quando todos se reúnem como fizeram para ver algo do interesse comum, tenham a mesma fé para seguir o seu caminho, para colocar sementes da fé, da caridade, do amor ao próximo, do aprendizado, da espiritualidade, em cada um dos lugares que vocês caminham. ANA NERI

 

NUVEM: Como bem disse a guerreira Ana Neri, a cura através da fé, ou como é falado por poucos: o ter fé e encontrar a cura. Que os guerreiros reflitam sobre o que deixou a guerreira. Lembrem como toda a corrente fala aos guerreiros que freqüentam esta casa, a Cura começa dentro de cada um, por aquilo que os irmãos não deixam entrar na mente – a energia ruim ou aquilo que vai levar os guerreiros a um caminho oposto.

Tenham consciência daquilo que acontece porque muitos passam por certos caminhos, caminhos estes onde o guerreiro, a guerreira deu abertura para que as coisas acontecessem. Porque muitos apenas caminham e não se dão conta daquilo que está a seu lado. Caminham por caminharem e não conseguem trabalhar a energia, lembrando que é o mais importante, na maior parte de um caminho, toda esta energia que os guerreiros querem fazer o bloqueio, são vindas de vocês mesmos. Os guerreiros criam a energia ruim, depois caminham na Terra, como se nada tivesse acontecido e, logo na frente, acabam novamente se deparando com a própria corda, com a própria linha, como é dito pelo guerreiro guardião que os guerreiros colocaram na sua frente, que você mesmo guerreiro colocou à sua frente.

Assim como os guerreiros ancestrais, nossos antepassados, aquilo que não se resolve, acaba voltando para que o guerreiro, a guerreira acabem resolvendo. E não é da lua para a outra lua que as coisas se resolvem. Muitos de vocês, na Terra, como diz o guerreiro Peão, deram nó em suas cordas por muitas luas, foram dando nós, foram dando nós, e acham que vão desatar todos da noite para o dia. É preciso tempo e acima de tudo a boa vontade dos guerreiros assimilarem que o problema os guerreiros criaram. Não é energia ruim, não é espírito atrapalhando e, sim, aquilo que os guerreiros criaram.

Que os guerreiros reflitam sobre a mensagem deixada pela guerreira, porque é a partir daí, quando os guerreiros começam a entender que tudo tem um reflexo, que os guerreiros começam a curar o seu espírito e a sua alma. E aí não vão mais precisar fazer bloqueio na mente porque por si só a energia ruim vai embora. A energia só fica quando o guerreiro está vibrando da mesma forma.

Os que vocês consideram inimigos, muitas vezes não o são, porque estão longe da sua evolução.

Posted in Arte de viver, Energia with tags , , on julho 6, 2014 by Helen Ians

PEACOCkO tema é muito oportuno e exatamente sobre isso eu gostaria, não talvez com tanta precisão, mas vou tentar. Esta noite é especial porque alguns de nós vão acompanhar, todos vocês, e contar individualmente alguns segredos. E isto pode ser até engraçado, divertido, porque vamos fazer isto com leveza.

Voltando ao tema, oportuno. Quando falavam de nós, diziam que dançávamos, pintávamos o rosto, acendíamos fogueiras, para espantar os maus espíritos. De certa forma, estavam certos, só que nós não fazíamos o que faziam então quem dizia isto de nós, e fazem hoje muitos, até entre vocês, que é caracterizar o mau espírito. E às vezes ver estes fantasmas mais feios do que seriam se na verdade existissem… Conseguem entender o que estou dizendo?

A boa energia, o ritmo da dança, das cores, da arte, o calor do fogo realmente conduzem a um estado elevado e longe de feitiçarias, como muitas vezes diziam de nós, julgando-nos selvagens. Talvez fôssemos realmente selvagens porque estávamos perto da terra, perto das selvas, enfrentando e sentindo e amando as intempéries. Não que isso nos ofendesse, porque muito antes de nós, povos sábios e alguns chefes soberanos (estão muito próximos hoje, aqui, de nós e de vocês), nos ensinaram de maneira atávica pelo conhecimento que se transmite, pelas palavras que vão e que percorrem e que transcorrem até séculos – e este conhecimento é absorvido outra vez, e adaptado a condições.

Ouvíamos então sem nunca ter lido ou visto a respeito mas tínhamos pela intuição que certas mágicas , mágicos procedimentos, magias, podem fazer com que nos sintamos maiores, não de maneira vaidosa, mas fortalecidos por alguns artifícios. Por exemplo: guerreiros da antiga Grécia, cavaleiros que usavam em seus elmos, acima deles, a crina tratada de cavalos, ou penas, para que o vento, movimentando , fazendo movimento acima de suas cabeças, os fizessem parecer, porque talvez fossem mesmo, maiores. Isso fazia com que os inimigos recuassem ou temessem avançar sobre tais figuras mágicas.

Nós fizemos muito isso. E nos intervalos, séculos que se passaram entre as duas civilizações, e outros séculos em relação à de vocês, se fazem ainda estes rituais, os inteligentes, aquelas pessoas que conseguem perceber a magia destes artifícios, a seu favor. Mas, infelizmente, neste século específico, isto se perde. E as pessoas querem, às vezes, ser maiores e se envaidecem de certos trejeitos que nada tem de impressionantes em relação ao inimigo. E, principalmente, muitas vezes, aqueles que vocês consideram inimigos, não o são, porque estão muito longe da sua evolução. Portanto, não são precisos elmos com penas para espantar formiguinhas, venenosas, mas formiguinhas.

Portanto, não criem fantasmas nem façam de formiguinhas, alces grandiosos e majestosos. E mesmo os alces só são ameaças a vocês, como eram, como foram, e continuam sendo para qualquer humano, se provocados, vilipendiados no seu território. Vocês não estão sendo invadidos por uma horda de terríveis inimigos.Ao contrario, hoje – há pouco tempo atrás, sim – mal conseguem eles andar. Não adianta dizer buhh! para quem é surdo e nem tem condição de enxergá-los mais. Continuamos dizendo: protejam-se, recolham-se, mas sem medo.

Outra coisa, usem a beleza que é o princípio de tudo isso, de se impressionar. Alguém que você acredita ser seu opositor, com a beleza. Ninguém pode acusar o pavão macho de ser vaidoso quando mostra a sua deslumbrante natureza mas exercitar isso com quem é pequeno e que nem enxerga, é desperdiçar talento e uma essência iluminada. Que vocês devem guardar para si.

Continuem atacando pelo melhor, por aquilo que vocês acreditam digno, admirável, respeitoso, e aqueles que não tem condição de entender isso fiquem onde estão. Mas muitos podem aproveitar isso para elevar-se porque nada pode elevar mais alguém do que esta leveza que existe nas boas palavras, nas imagens desenhadas, nos escritos bem feitos, nos sons que muitos de vocês conseguem através de harmonia. As suas armas neste instante são as nossas armas, elas não cortam, elas não perfuram, elas não massacram, mas elas encantam. Vamos todos vencer pelo encantamento. Isto é magia. Longe dos estereótipos, do senso comum, vulgar, a feitiçaria que espanta os maus espíritos.

Perdão, Senhor, não cheguei à altura de sua exposição mas quem sabe eu possa ter contribuído um pouco para complementar o tema que foi iniciado pela Senhora e desenvolvido pelo Senhor. E que Deus nos dê a todos a sensibilidade de utilizar estas ferramentas que com certeza pertencem a uma dimensão divina. Muito agradecido a todos porque aprendi muito neste exato momento com vocês. PEDRA ALTA

 

NUVEM VERMELHA: Como bem disse o guerreiro sobre a importância de saber utilizar da ferramenta, da energia do Grande Espírito, que deu ao guerreiro esta energia, esta ferramenta que já está dentro de cada um. Para muitos como o Cacique fala, e toda a corrente comenta, parece que sempre bate no mesmo ponto: os guerreiros olharem para dentro de si, e perceberem o quanto são fortes, o quanto são sagrados – é preciso saber, sim, e transformar tudo isso em um grande caminho. Aquilo que o Grande Espírito deu aos guerreiros como energia divina, suprema – se não serão apenas guerreiros caminhando na Terra sem sentido.

Como diz o guerreiro Lobato, e a partir daí é quando os guerreiros vão começar a construir os seus valores, a entender que são únicos na Terra, que uma ação malfeita hoje, uma atitude, uma palavra, gera como diz o guerreiro Peão, riscos, gera energia ruim, gera a derrota, gera um caminho errado que, por muitas vezes, os guerreiros não conseguem mais juntar novamente os cacos quebrados, como é dito na Terra – aí não tem mais jeito. Mais uma vez Cacique fala da transformação – aquilo que precisa o Grande Espírito  já deu a cada um de vocês, basta saber utilizar.

A alma doente atrai energias negativas e não manda energia para um corpo saudável.

Posted in Ajuda espiritual with tags , , on julho 6, 2014 by Helen Ians

corpo e menteAssim como o corpo necessita de água, e de comida, para que tenha energia, a alma necessita de fé para que permaneça viva e forte no dia a dia. Um corpo saudável nem sempre pode desfrutar de tudo aquilo que é possível porque a alma permanece doente. A alma estando doente, ela atrai todos os tipos de energias negativas, todos os maus pensamentos, enfim, uma alma doente não é capaz de mandar energia para um corpo saudável.

Os irmãos tem que aprender a se entregar de corpo, de mente e de alma aos ensinamentos do Grande Pai. E um dos maiores ensinamentos que ele nos deixou foi a fé. A fé nada mais é do que a crença de que tudo é possível quando estamos próximos ao Pai. Esta fé inabalável, indestrutível, incondicional, que nos transforma e nos faz capaz de termos tudo aquilo que merecemos ter.

Peço aos irmãos que nos momentos de fraqueza, nos momentos de problemas que todos tem, que se recolham, que peçam e que conversem com Deus, pedindo discernimento, pedindo forças, pedindo alimento para a nossa alma, para não fraquejarmos, não cairmos na tentação das más energias, dos maus pensamentos. Orem com o coração aberto, com a mente aberta. E como costumava sempre dizer aos irmãos que vinham nos procurar, em momentos de angústia e de dor, no momento de fraqueza tenham em mente a seguinte frase: a fé que me conduz é bem maior do que os olhos que me seguem.

Entreguem-se de corpo, de alma, de coração aos braços de Deus, e tomem posse de tudo aquilo, de toda a felicidade, de toda a energia positiva, de toda a saúde que vocês são merecedores.

JURACI

A diferença está na atitude e na forma de usar as palavras, no caminho.

Posted in Caminho Sagrado with tags , , , , , on julho 6, 2014 by Helen Ians

filtroComo bem disse a guerreira, a fé é o acreditar em si mesmo, usando toda a energia que está ao seu lado, buscando dentro de si a força e a esperança do Grande Espírito, que caminha lado a lado e com cada um de vocês, guerreiros de luz, e que, sim, cada vez mais querem ver os guerreiros crescerem, evoluírem, transformarem, em um espírito único.

Por muitas vezes os guerreiros acabam se transformando e o seu espírito é levado por um caminho que leva a outro, que leva a outro, e esta construção de caminhos errados acaba formando apenas um guerreiro que caminha. Por quê? Porque não conseguiram mais uma vez olhar para dentro de si. E acabam pecando como diz o guerreiro, pelas palavras no momento errado, pelas atitudes feitas também da forma errada. E acabam colhendo aquilo que plantaram.

Como bem disse o guerreiro, sobre a história de um rei que teve um sonho que caíram todos os dentes de sua boca. Mandou chamar um sábio que tinha visão longa. Este sábio foi conversar com este guerreiro, contou de seu sonho e pediu para que o guerreiro interpretasse. Ele disse: É simples. Está dizendo que todos os seus parentes vão morrer. Neste momento, o guerreiro bravo, em fúria, pediu que amarrassem o guerreiro e lhe dessem várias chicotadas, e mandou o guerreiro embora. Onde já se viu a petulância de falar um negócio destes?

Mandou chamar outro sábio mais distante. Depois de algumas luas, o guerreiro à sua frente disse: Tenho boas notícias a você, guerreiro: pelo que estou vendo, você será o último a morrer. Neste momento, pediu para que dessem a este guerreiro sábio uma sacola de ouro, deu mais algumas coisas, agradeceu e este guerreiro tomou o seu caminho. Quando estava saindo do castelo, um guerreiro disse: eu estava lá dentro e escutei e agora estou acompanhando o guerreiro aqui. O que o outro guerreiro disse e tomou chicotada, você disse a mesma coisa e ganhou ouro. O guerreiro sábio disse: sim, a diferença é a forma que eu usei as palavras, a atitude que coloquei nas palavras é que fez a diferença.

Que os guerreiros aqui na Casa de Luz reflitam sobre todas as mensagens deixadas, como bem disse o guerreiro – que analisem o seu caminho, percebam suas atitudes tanto a atitude do passo como a da fala. Podem ter certeza de que é o começo do guerreiro conquistar a si mesmo, com uma grande visão do seu Caminho Sagrado.

NUVEM VERMELHA

O que plantamos modifica o caminho nosso e pode influir no dos outros.

Posted in Arte de viver with tags , , , on julho 6, 2014 by Helen Ians

sunny dayO plantio é feito pelos irmãos mas a colheita poderá ser feita por todos nós. O que plantamos e cultivamos não só modifica nosso caminho como também pode influir no caminho dos outros.

- x -

Para aqueles que esperam se resguardar do inverno, para que neste tempo frio sua energia permaneça armazenada, saibam que o simples ato de admirar o balançar de uma árvore ou o sol, mesmo tímido, aparecendo com menos força nesta época, mas ainda assim iluminando o dia, para que vocês não esqueçam que um novo dia surgirá.

É tempo de recolher-se em seus lares, com o calor da fogueira que é o amor da sua família.

Psicografias por Viviane.

Uma linha tênue está no meio do que sentimos e de como agimos.

Posted in Conselhos with tags , , on junho 28, 2014 by Helen Ians

two bearsGostara relembrar aqui uma historia, até dita pelo nosso irmão Nuvem Vermelha, sobre alimentar os dois ursos e acredito que vocês se lembrarão. Se porventura alguém não ouviu ou não conhece, será uma boa oportunidade para mais um aprendizado.

Tudo tem os dois lados, queridos irmãos. Vocês sabem do amor, do ódio, da raiva, do otimismo, do pessimismo, da bondade e da maldade, do negativo e do positivo. Muitas vezes, a maioria caminham juntos e todos vocês, e nós, em uma linha tênue que passa exatamente no meio.

Quanto mais você alimentar a bondade, a benevolência, a caridade, a perseverança, a humildade, o otimismo, a positividade, o amor a teu próximo, a ti e a teus familiares, naturalmente todos estes sentimentos se engrandecerão. E se vocês pararem um pouco para pensar e analisar, infelizmente, perceberão, próximo de vocês, aqueles que alimentam o outro urso.
Relembrando, aquele que crescerá dentro de você será o que você alimentar.
Agradeço a oportunidade de estar mais uma vez nesta casa de luz e peço a Deus que abençoe a todos.

ANA NERI

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 34 outros seguidores