A mudança desejada começa no seu interior.

Posted in Arte de viver, Uncategorized with tags , , on fevereiro 8, 2016 by Helen Ians

sunMuitos de vocês, queridos irmãos, nas suas operações, nos vossos pensamentos, pedem a mudança. Mas o mais importante, e que poucos ainda praticam, é o entendimento de que a mudança que vocês tanto almejam só será possível e perene se vocês fizerem esta mudança interiormente.

Façam diariamente, não o exame de consciência, mas uma tomada de consciência. Pensem em tudo que recebem, agradeçam por isso. Peçam o que desejam, façam a sua parte e, principalmente, agradeçam.

Às vezes as coisas que vocês querem não serão boas. E às vezes vocês as tem naquele momento e não conseguem enxergar. Queridos irmãos, façam a reflexão, busquem na fé, busquem na oração, a serenidade, o equilíbrio para enxergar além do que está na frente de vocês.
Agradeço a oportunidade de estar mais uma vez nesta casa de luz e peço a deus que abençoe a todos.

ANA NERI

A felicidade é todo segundo, todo instante.

Posted in Arte de viver, Uncategorized with tags , on fevereiro 8, 2016 by Helen Ians

Mais que perfeito o que foi bem dito. Eu complementaria, enfatizando que se é preciso interiorizar para expor uma individualidade, porque pouco importa, aliás, não importa nada o que pensa, como age, hoje em dia, o coletivo.

Vou um pouco além, se me permitem. Vou fazer a pergunta da qual já sei a resposta em duas dimensões. Uma negativa e uma afirmativa. Pergunto para vocês: vamos marcar alguns dias para sermos felizes? Olha que pergunta tonta. Aqui dentro (bate no peito), eu tenho certeza de que praticamente todos responderiam: não, obrigado. Mas lá fora, no tal coletivo, eles diriam, Oh! Sim, três ou quatro dias, ou vinte e sete… Vamos, sim, comemorar… O QUE?

A felicidade é todo segundo, todo instante. É como regar uma plantinha que cresce, cresce e vai aumentando e cada vez mais forte. O resto são delírios deste tal coletivo. Política em qualquer sentido e no maior sentido, à parte. Vamos mudar de assunto? Já mudei.

Cuidem-se, este é o recado. Eu peço à corrente que todos os médiuns estejam juntos, neste momento, ao seu aparelho para que ouçam – não só o que eu digo, mas o que ainda será dito esta noite. Estão todos ouvindo? Eu sei que sim. Cuidem-se. Afastem-se de grandes grupos. Isto é difícil para os jovens aqui presentes, que eu conheço muito bem. É difícil para eles não entrar na bagunça, na folia. É difícil porque é a energia dos jovens. E têm alguns velhinhos também muito foliões. Não tenho nada contra, mas que seja verdadeiro, suave, alegre de fato. E como o coletivo não está nem alegre, nem satisfeito, pelo contrário – anda agressivo, não o enfrente. Afastem-se um pouco da multidão. Assistam a tudo isso um pouco acima, meio distantes, ouçam os sons, até sacudam o esqueleto, mas não misturem sua energia pura com aquilo que hoje em dia, no coletivo, não existe. E o que se vê, não presta. Combinados?

Eu só disse tudo isso porque o principal é que continuem se cuidando, e o que eu desejo é que, passada esta euforia, falsidade, aí de fato começa, ou pelo menos deveria, o novo ciclo, e quem sabe no fim da bagunça vocês verão no chão pisoteado todo o lixo que deveria ficar no seu lugar, não é? E eu desejo que chova muito, mas muito. Quem sabe os foliões, molhados, tomem vergonha na cara.

Exageros à parte, bom humor presente, que Deus ilumine o caminho por onde vocês pisam, com certeza que é de pétalas e flores, que é o que cada um aqui presente merece.

PEDRA ALTA

Não deixem amarguras e tristezas apagar a sua luz

Posted in Ajuda espiritual, Uncategorized with tags , on fevereiro 8, 2016 by Helen Ians

personal lightO que sinto hoje, com vocês aqui presentes, são corações cheios de esperança, como já foi dito, ansiosos por mudanças. O que tenho a dizer é que busquem fortalecimento de vossa fé, não esperem que as coisas aconteçam, não fiquem esperando milagres – corram atrás. Abram-se às mudanças, aproveitem cada segundo na vida de vocês, mas sem nunca esquecer-se da lei do amor e, principalmente, da fé.

Não deixem as amarguras e as tristezas apagarem a luz que cada um aqui presente tem. Se hoje não deu certo, levantem-se, respirem fundo, conversem com o Grande Pai, ou com a Força Maior que cada um aqui chama de um jeito, e sigam em frente. A mudança começa a partir do primeiro passo dado na grande batalha.

Em relação ao que bem disse o irmão Caio, dito pelo nosso Grande Irmão, Pedra Alta, a todos os jovens aqui presentes, saibam aproveitar e respeitar. Leis foram feitas para serem cumpridas e vocês que aqui estão tem o privilégio de ter orientações que muitos não têm, como já foi dito aqui hoje: fujam de aglomerações, de multidões, e principalmente de confusões.

O alerta foi dado e tenho certeza de que cada um de vocês, e mães e pais aqui presentes transmitam aos seus filhos e aos jovens de sua família para que se afastem realmente. Estaremos enviando energias positivas a todos vocês e na medida do possível atendendo as solicitações. Que Deus Nosso Pai abençoe a todos.

JURACI

O mal só prospera quando o bem se omite.

Posted in Arte de viver, Uncategorized with tags , on fevereiro 8, 2016 by Helen Ians

Meus irmãos, minhas irmãs, que a paz do nosso Criador esteja com todos vocês. Aqueles que estão vindo pela primeira vez e estão procurando por luz e conhecimento, sejam sempre bem vindos. Também aqueles que já nos frequentam, que tenham muita luz e muita saúde.

Todos ouviram os conselhos dos membros desta mesa sobre as festividades que se aproximam. Não há problema que se divirtam. O ser humano não nasceu para ser infeliz. Podem se divertir, rir, cantar, isto não é bem ou mal. Não devem abusar, ou extrapolar, porque vão estragar a alegria e transformá-la em tristeza.

Vejam bem o que acontece com os nossos tempos e o que vocês podem fazer. Usem as vossas mentes. Usem os vossos corações e unam-se e não permitam o que acontece, e o que está acontecendo e vai continuar acontecendo – estão transformando as nossas crianças em criminosos, em assassinos. Os nossos jovens – estão tirando deles a esperança, a alegria e a dignidade. E dos idosos, a honra de ter um final de vida com dignidade e tranquilo.

Unam-se, usem as suas mentes e vocês conseguirão vencer o mal. O mal só prospera quando o bem se omite.

Levem isto para casa, pensem sobre isso e peçam, orem ao nosso criador. Ele vai estar ao lado de todos nas festividades e em tudo que vocês vão precisar. Mas parte de dentro de vocês. Façam isso. Ganharão mais um passo na evolução da Humanidade. Que o nosso Criador abençoe a todos.

GUARDIÃO

Tomem conta do que realmente vale a pena.

Posted in Conselhos, Uncategorized with tags on fevereiro 8, 2016 by Helen Ians

ciganoEu vou completar o que o meu amigo, companheiro de guerra e de luta, Guardião, acabou de dizer – que é na ponta da espada que também se vence a guerra. A ponta pode ser a mente ou, de fato, a ponta da espada. Quando se luta por aquilo que realmente se quer, a pessoa conquista, a pessoa vence e para isso é preciso ter aquilo que muitos às vezes esquecem que é a determinação naquilo que está escolhendo, não importa o quê. Se está escolhendo um bom trabalho, se está escolhendo um bom caminho, se está escolhendo a cura, a determinação na ponta da espada, quando é feita, como disse e bem dito pela irmã Juraci, regra é para ser seguida. Na minha época (em uma das passagens, vamos dizer assim, para a coisa ficar mais branda) – quem saia da regra, perdia a cabeça.

Vocês, aqui, que estão nesta época caminhando, como já foi dito e também bem falado, se a alegria está dentro de cada um, é para buscar a alegria. Quantos eu vejo aqui perderem aquilo que é sagrado, que colocaram no caminho de vocês, porque pensavam de um jeito e a atitude era outra.

Aí entra naquela história de pessoas que eu conheço, que às vezes vão a certos lugares ou até mesmo aqui, que há vinte anos estão pedindo a mesma coisa e nada acontece. Será que o problema é o centro espirita, será que o problema são os guias? Está na hora de acordar e olhar para dentro de si.

Eu me lembro de uma história que alguns aqui já conhecem. Para resumir a tal história, a mãe não se dava com a filha, briga daqui, briga de lá. A mãe pensou em mandar a filha morar com a irmã e pensou: melhor não, ela vai criar um inferno na casa da irmã.

Aí a mãe resolveu olhar para dentro de si, em um momento único que ela teve, pois era também meio destrambelhada. Em uma reza que fez, ela pediu a um anjo que mostrasse o melhor caminho para as duas.

Numa bela madrugada, a moça acordou mais cedo (a mãe), e voltou a dormir. Bateu aquele sono, a moça capotou na cama e apagou que não viu mais nada.

E a história começa assim: ela teve o seu encontro com um anjo, em uma luz que estava à sua frente. O anjo dizia: venha até aqui. Ela não sabia se dava o passo ou não, mas teve coragem: bem, eu pedi tanto uma luz e estou vendo uma luz, e agora eu vou entrar nesta luz e ver o que acontece.

mulher proxima do rioEla seguiu o anjo, atravessou uma luz, até que chegaram a um portal e o anjo falou: senta. Era do lado de um rio, ele fez a moça se aproximar do rio e colocar o rosto próximo. Na mente da moça, ela iria encontrar seu próprio reflexo. Mas não foi o que viu. Viu a própria filha refletida do outro lado.

Ela rapidamente voltou e disse para o anjo: não sou eu, é minha filha.

Ele falou: sim, é sua filha. Você quer encontrar a cura para vocês duas? Como você pediu uma ajuda para mim, eu vou mostrar o caminho. Vocês são muito parecidas e aquilo que está dentro de você, de ruim, o jeito desorganizado que você leva as coisas, de qualquer jeito, é o mesmo jeito dela. Incomoda nela, por isso esta briga toda. Uma é o reflexo da outra. Enquanto você, mãe, não olhar para dentro de si, e se ajudar, e não melhorar, e não mudar a si mesma, a sua filha vai continuar do mesmo jeito, porque ela é o seu espelho. Que exemplo você vai dar para a menina? Que exemplo?

E assim o anjo trouxe de volta a mãe para o sonho, ela acordou e fez realmente a mudança que precisava. Ela mudou, transformou, e aos poucos a menina também foi tomando jeito. Por isso por certas vezes, ou na mente, a mudança, ou na ponta da espada, pela dedicação e pela força – porque a ponta da espada não é só guerra. Dentro de uma guerra existe paz também. Tem gente que se sente em casa, e em paz, dentro da guerra.

Quando a gente vê as coisas, porque às vezes passa o tempo e a conversa é a mesma. O que pede é a mesma coisa, e as coisas não mudam porque você não muda. A sua cabeça não mudou, sua atitude não mudou. Aquele que está predisposto a mudar, a transformar a si mesmo, alcança. Por que alcança? Porque não tem medo, não tem receio, tem determinação. Sabe que está buscando, como dizem os índios, dentro da sua verdade.

Nesta noite não poderia ser diferente, que é a noite de conquista, é a noite de alegria, é a noite da limpeza, é a noite de um começo de um novo caminho para todos, e eu tenho certeza de que aqueles que tiverem força, vão conquistar o que vieram buscar. E não é porque estão vindo aqui, ou porque os guias aqui são fortes – tudo isto é bobagem. É porque vocês estão lutando.

Comecem a se valorizar mais porque vocês estão lutando. Nós já sabemos que existe a força de ajuda espiritual, existe a proteção, mas deixa isto para a gente. Lembrem-sede que vocês têm força, de que vocês estão dando o passo para tudo isso acontecer, cada um de um jeito aqui. Uns para a transformação da mente, outros para o caminho, outros, a cura, e por aí vai. Já são vitoriosos.

Aqueles que estão batendo na mesma tecla, vão continuar batendo na mesma tecla. E não vão chegar a canto nenhum. Como eu já disse, uma vez, e vou repetir aqui: uma bela feita, escutei um sujeito que dizia – isso faz muito tempo atrás: eu vou fazer isso, eu vou fazer aquilo, eu vou fazer tudo certo, eu vou chegar do outro lado, vou passar desta para melhor. O sujeito fez tudo isso mas quando chegou do outro lado, as coisas não eram bem como está escrito nos livros. A pergunta é: vão começar a dar oportunidade de serem felizes, quando? Quando passarem do outro lado, a historia é outra.

Se estão aqui, é para ser feliz aqui. Conselho que eu dou para cada um: sejam felizes aqui e, quando chegarem do outro lado, vocês negociam.

A conduta de cada um é que vai moldar a sua energia, seu espírito, sua alma. A conduta de cada um é onde você pisa, é onde vocês estão pisando. Vocês podem pisar em uma grama macia mas podem encontrar a cobra na frente. É preciso ter muito cuidado.

(dirige-se uma participante) Por isso, Marina, meus parabéns pela formatura, pela conquista, todos nós sabemos aqui de sua luta, outras virão e eu tenho certeza que a vitória te acompanha.

Marina: Obrigada a vocês por todos os conselhos e por sempre estarem do meu lado.

Eu vou aproveitar nesta noite – na hora de apontar o dedo, eu sou o primeiro a apontar, na hora de levar e encaminhar – que é o meu trabalho aqui na corrente – espírito perdido ou que está amolando, ou para se tratar, ou para se tratar no inferno, sem muita fantasia nas coisas. Agora, quando é para apontar de outra forma, também a gente aponta. Nada mais merecido e nada mais justo.

E hoje dentro da justiça que é o que eu gosto- onde a gente trabalha com a justiça… há muito tempo atrás quando foi formado este grupo que está aqui, alguns chegando depois, outros um pouco mais para frente, uns mais antigos, e quem comandava o grupo aqui, na matéria, era o irmão Augusto. Seu guia era o Prof. Policarpo, um médico, não só ele como uma falange inteira de espíritos que acompanhavam para desenvolver e fazer o trabalho, até porque foi ele que montou este grupo inteiro aqui, e por muito tempo dedicando aos trabalhos, à ajuda espiritual, dedicando ajuda ao próximo, e deixando ao guia Prof. Policarpo, onde ajudava o espirito Prof. Policarpo e seu médium da mesma forma, toda 2ª feira, assim como é feito hoje, e muitas vezes no meio da semana, doava seu tempo para a espiritualidade.

Às vezes, eu vejo alguns reclamando que não encontram tempo para vir até aqui, ou para outra qualquer Casa espirita, que não encontra tempo para se ajudar, que não dá o passo. Mas este moço que está aqui hoje, ele com a idade que tem, ele ainda dá o passo, ele ainda ajuda e continua ajudando com a idade que tem, e é claro que a corrente o acompanha e ajuda que todos aqui sabem e, de uma forma e de outra, vai equilibrando sua energia, e saúde, onde todos os espíritos que ele ajudou tomam conta de sua matéria e de seu corpo.

(falando com uma pessoa presente): Irmão João, eu vou pedir que você venha aqui, e vou pedir a todos uma salva de palmas (batem palmas). Beirando quase 90 anos, ainda tem força para doar sua energia.

Irmão João: Que a paz esteja com todos!

(após lhe transmitir energia, Peão fala): Que assim seja, que Santa Luzia abençoe o irmão. Que continue com toda esta força e dedicação. E que todos escutem aqui: Fé e Esperança em que a cada dia que acorda, o dia vai ser melhor. É com esta energia, esta força, este exemplo, não precisa falar mais nada e que pode ser enxergado com o olho da alma, não com o olho normal mas o olho de vidro que a gente consegue ver. Quando fizerem corpo mole para qualquer coisa, lembrem do exemplo aqui. É uma honra e uma satisfação tê-lo aqui no meio de todos nós aqui.

Por muitas vezes, Deus vai deixando o exemplo para vocês, ou o anjo, e vai mostrando que o caminho é simples de percorrer. Que o caminho, quando se tem a força necessária, se torna harmonioso. E quando nenhum tipo de energia consegue tirar você do caminho, que é o caso do moço com 89 anos e ainda trabalha e ainda ajuda, é claro que o caminho se torna mais tranquilo, pela dedicação, pela fé, porque conseguiu mudar dentro de si, transformar dentro de si, transformar para melhor, transformar para conquistar. É a conquista, como os índios falam aqui, do irmão pelo irmão.  Eu espero que todos aqui tenham um caminho tranquilo, feliz, e que saibam viver da melhor forma.

Aproveitem. Quando eu falo aproveitar não é com bobagem. A primeira pergunta é: o que eu quero? Como eu já disse há um tempo e digo apenas um exemplo: não combina querer casar e ir para a festa, ou ter atitude de solteiro. Assim como não combina um monte de coisa também.

Como eu já disse há um tempo, ou mais exatamente o ano passado, aquele que está buscando a cura não vai pedir para o governo melhorar a economia ou sei lá o quê. Aquele que está buscando outra coisa, também não vai pedir isso. Vai pedir é o momento. Tudo cabe no momento que vocês estão passando. Se é a cura, tenham fé que vocês vão se curar. Eu tenho certeza disso. Todos aqueles que se aproximaram desta ou de outra Casa, com fé, esperança e determinação. Todos aqueles que tiveram o propósito de serem verdadeiros com si mesmos, tirando o ego, a vaidade – que, para mim, é a pior coisa que o ser humano tem. Aquele que sabe que é, que sabe que é bom, não precisa ficar se vendendo, porque na hora do vamos ver, vai e resolve. Sempre foi assim, desde aquela época.

Os sinais, Deus deixa com vocês todos os dias. Certo, Marina?

Marina: Certo.

Para vocês verem quando se caminha com um propósito de conquista, é na ponta da espada. Que a Santa Luzia abençoe cada um aqui nesta Casa.

Todos são convidados a fazer este novo caminho, não importando se com os índios, se com os ciganos, se com os africanos até porque a corrente é uma só. A nossa luta é que vocês tenham alegria e caminhem mais leves.

carroçaTem um ditado cigano, que eu gosto muito – que é o meu povo: aquilo que vocês levam na carroça de vocês, se ficar para trás ou cair, deixa, é um peso a menos que vocês estavam carregando e estava te fazendo mal.

Tem outro lado da moeda: cuidado com aquilo que está dentro da sua carroça e vocês conduzindo, e não pegarem aquilo que é ouro dentro da carroça – vocês sabem que cigano gosta de outro – e jogarem fora.

Eu já vi muitos aqui com a carroça lotada de ouro, deixando cair pela desatenção, deixando cair pela forma errada de estar conduzindo a sua carroça. Tomem conta daquilo que realmente vale a pena. Que a Santa Luzia abençoe vocês.

REUNIÃO EM 9FEV2016

Só para lembrar, estão pedindo para eu falar – para quem ainda não sabe, na semana que vem, nós vamos, como diz o meu amigo, quebrar o protocolo, e vamos ter trabalho, sim, na semana que vem, do Carnaval. A maioria dos centros não trabalha no Carnaval porque tem espírito isso, aquilo, mas aqui vai ter trabalho, sim. Consulta, trabalho, reunião. Nossa preocupação não é com a festa de carnaval e com espirito que atrapalha, porque o que atrapalha a gente leva embora.

PEÃO

O que realmente busco em meu caminho?

Posted in Ajuda espiritual with tags , , on janeiro 25, 2016 by Helen Ians

O QUE EU BUSCONovamente os guerreiros já começam a formar o Grande Círculo Sagrado, os grandes guerreiros de luz, para que vocês guerreiros de luz que caminham ate esta Casa sintam toda a energia, toda a vibração dos grandes guerreiros em forma de segurança. Também os grandes guerreiros de cura, os grandes xamãs aqui da Casa, para que os guerreiros caminhem em paz e caminhem tranquilos no Caminho Sagrado do Grande Espírito.

E vocês, guerreiros, sejam bem vindos ao primeiro trabalho desta lua do ano, sejam bem vindos a caminharam com toda a corrente, cada guerreiro com sua busca, com a sua procura em transformação do seu espírito, de sua alma, onde todos somos um e é por isso o motivo de toda a corrente acompanhar cada guerreiro, e toda a corrente colocar no caminho de vocês, guerreiros de luz, aquilo que o guerreiro realmente precisa e busca em seu caminho.

Como o Cacique disse há luas para trás, este nosso encontro aqui na Casa de Luz, nesta lua da noite, que é o primeiro trabalho do ano, como os guerreiros falam, Cacique pede a cada um de vocês, guerreiros, que olhem para dentro de si e façam a pergunta: o que realmente eu quero o  que realmente eu desejo, eu busco no meu caminho? Cacique fala em transformação da matéria, transformação de um guerreiro pelo guerreiro. E como Cacique já disse há luas atrás, aquilo que buscam, no fundo, como vocês falam, e como a corrente fala – analisando não pela superfície e sim pela profundeza, como diz o guerreiro Peão, é a paz.

E esta paz pode ter vários nomes na língua de vocês, guerreiros. O que vai definir esta paz é o momento que você, guerreiro, você, guerreira, estão passando e Cacique, na língua de vocês, dá exemplo. Um guerreiro que está fazendo sua luta para encontrar a cura, no seu momento sagrado, não vai pedir ao Grande Espirito, ao seu Deus, como os guerreiros falam, para que o país, para que o mundo tenha mais educação. Vai pedir, sim, para que Grande Espirito amenize a dor, para que Grande Espírito mostre o caminho que o guerreiro vai percorrer, sagrado, para que encontre a cura. Por isso cada guerreiro, no seu momento, cada guerreiro com sua busca e com seu desejo, porque para cada guerreiro o momento é único – esta é a diferença.

Se os guerreiros forem colocar em suas mentes que hoje em dia tem muito mais pessoas na Terra do que luas atrás, para vocês entenderem aonde Cacique quer chegar… Hoje em dia tem muito mais coisas, muitos aviões, na língua de vocês, hospital, e muito mais coisa que antes. Cacique pergunta a você, guerreiro, a você, guerreira, e como está o mundo hoje? Como Cacique já pode escutar: um caos, na língua de vocês, como disse guerreiro Lobato. Do que adianta “meu país tem 200 aeroportos, como os guerreiros falam, tem 300 hospitais”, do que adianta se a mente está doente?

E morre muito mais gente na língua de vocês. Do que adianta para a vaidade todos os 200 aeroportos que os guerreiros falam “no meu país têm…”? Cacique que saber e pergunta a vocês, guerreiros, esta intenção e é o que vai ilustrar como diz o guerreiro Lobato toda reunião nossa deste ano, do que adianta tudo isso se você, guerreiro, não está preenchido? Do que adiantam 300 aeroportos, 200 hospitais se morre muita gente e os guerreiros estão doentes da mente. Onde a transformação dentro de si?

Hoje em dia, na língua de vocês, se Cacique falar, como diz o guerreiro Lobato, na economia, há muito mais economista do que antes. Aí Cacique fala a vocês e dá respostatambém um caos. Muito mais médicos, homens de branco que antes e está um caos. E aí Cacique pergunta de que adianta este desenvolvimento todo se nada está certo?

Ai Cacique pergunta diretamente a você, guerreiro, e a você, guerreira: e a sua transformação? Isto não está te preenchendo e nem vai te preencher a você, guerreiro, e a você, guerreira. E sim a paz a que o guerreiro pode dar o nome que quiser, isto sim – esta é a busca da verdade. Por isso a pergunta no começo do trabalho, o que realmente o guerreiro busca? O que realmente o guerreiro deseja?

Do que adianta, guerreiros, toda esta energia material se não sabem utilizar da forma certa, se não tem respeito com aquilo que estão dando a você, guerreiro, e a você, guerreira, e no fundo, como diz o guerreiro, o que buscam, o que desejam, é a sua paz.

Querem encontrar a cura? Que os guerreiros lutem dentro de si para encontrar a cura. E quando Cacique fala lutar dentro de si, é que tenham força, tenham fé em si mesmos. Aí sim os guerreiros conseguem aquilo que estão querendo para encontrar a sua paz. Quantos guerreiros com fé e força, trabalhando o seu interior, curados, ou caminhando em paz, ricos por dentro?

Deixar claro a alguns guerreiros que é de direito de cada guerreiro desejar e buscar aquilo que quiserem, mas a corrente sempre falou a vocês, guerreiros, que primeiro a transformação interna, para depois a transformação externa de um caminho. Se não, não conseguem transformar em um só o seu corpo, com o seu espirito, com a sua alma. Cada um vai para um caminho. A mente pensa uma coisa, o corpo faz outra, o espirito focado em outra. Este não é o caminho certo. Por isso guerreiro Alce Negro – para quem não conhece, é um grande xamã nosso – quando os guerreiros conseguirem entender e trabalhar em uma só unidade, a sua mente, o seu espírito, o seu corpo, a sua energia como um todo, e perceber que tudo tem que estar preenchido. Muitos falam e Cacique escuta muitos guerreiros falando: o mundo precisa de paz. Cacique fala: o mundo não precisa de paz, o ser humano precisa de paz. Se não, ser humano fica achando justificativa sempre e não consegue entender que, de tudo, o maior culpado é você mesmo.

Enquanto não conseguirem olhar para dentro de si e perceberem o porquê de não estar preenchido, o porquê de não conseguir aquilo que busca, o porquê de não conseguir a conquista que deseja e que é de direito de cada um. Querem ser ricos, que os guerreiros lutem para tal, como diz o guerreiro Lobato. Querem conquistar? Tudo é de direito de cada guerreiro. A diferença é de que forma os guerreiros vão conquistar? De que forma vão colocar o pé na terra e sentindo a si mesmos?

Por isso Cacique fala muitos médicos na Terra, mais hoje do antes, e se morre muito mais do que antes. Como diz o guerreiro Peão, e o guerreiro fala que não vai citar o país, só para os guerreiros entenderem aonde a corrente quer chegar com a mensagem… Em certo país, hospitais entraram em greve. Quando entraram em greve, a mortalidade caiu. Deixar claro a vocês, guerreiros, que tanto o Cacique quanto os guerreiros de luz que estão aqui, xamãs que curam e que operam, Cacique não fala condenando o médico, o economista, é que não funciona para preencher a si mesmo. Isto não preenche um guerreiro.

Por isso o caos. Agora onde Cacique fala que não deve nunca haver este caos, esta doença, é dentro de si. Se deixar contaminar, como diz o guerreiro Lobato, pela doença da mente, nas luas de hoje, é caminho da derrota. Sim, é para ter fé, para ter esperança, mas a transformação não é esta que se vê. Nas luas de hoje, há muito mais guerreiros instruídos, pela facilidade da máquina, do computador, como os guerreiros falam, no mundo, há inteligência de sobra, e Cacique, como diz guerreiro Lobato, bate na mesma tecla e aperta dizendo a vocês guerreiros: um matando o outro. Onde está a sabedoria, onde está a instrução? Onde está o erro? Tanta instrução tanto conhecimento para que? Usado da forma errada.

Por isso, guerreiros, olhem para dentro de si e se transformem e a pergunta é: o que realmente eu busco, o que realmente eu desejo para o meu caminho? E Cacique fala de coisa concreta. Não fala de futilidade, de besteira, bobagem que os guerreiros vendem por aí para injetarem na mente de vocês, para ficaram cada vez mais doentes, como é visto.

É preciso acreditar, é preciso ter fé, mas acima de tudo, lembrar que o que busca está dentro de si. O que vai preencher você, guerreiro, está dentro de si, é a sua paz, não importa o nome. Para isso a pergunta fica: o que realmente eu quero, o que realmente estou buscando para o meu desenvolvimento, para a minha transformação? Não esta superficial onde em qualquer lugar está tudo errado, como diz o guerreiro Lobato. (Cacique explica: para quem não sabe, é o guerreiro Monteiro Lobato). Se vocês, guerreiros, tem a arma poderosa junto com vocês e Cacique não fala de Deus, arma poderosa está dentro de si. Não importa o nome, não importa. Cacique já viu muitos guerreiros de Luz onde o seu Deus, o seu Grande espírito era uma árvore, uma montanha… O que é preciso para o seu encontro? Por isso Cacique falou a vocês, guerreiros, cada coisa que acontece que é importante para um é para aquele momento, por isso não se pode julgar. Para um o momento é a cura, para outro o momento é o encontro, para outro é a conquista. Cada guerreiro em seu momento – isto é respeitado. O que Cacique fala a vocês, guerreiros, é que não se distanciem de si mesmos, não percam o caminho sagrado.

Quando o guerreiro realmente busca dentro da sua verdade um caminho sagrado, a luz se acende a cada passo, para que os guerreiros saibam o caminho. Lembrando que a partir do momento em que você, guerreiro, você, guerreira, escolheu o caminho, são responsáveis pelo próprio caminho, para depois os guerreiros não falarem não deu certo porque o espírito atrapalhou, não deu certo porque tem trabalho feito. Isto não é argumento, na língua de vocês.

Deem o passo para se sentirem preenchidos, se aproximem novamente de si mesmos, de seu espírito, de seu coração, e caminhem em paz, com alegria, honrando a terra em que pisa. É isso que Grande Espirito deseja a cada um de vocês guerreiros de luz aqui nesta Casa e que vocês guerreiros sejam bem vindos à Casa de Luz. Mais uma luz de ano de trabalho onde todos unidos formam uma só energia, em uma só direção.

Aqueles que se sentirem realmente o pé na terra, sentirem a terra quando caminharem, vão entender e perceber que, independente do caminho escolhido – se o caminho é de pedra, se o caminho é tranquilo, se o caminho tem luz, se não tem, não importa. Como diz o guerreiro Peão, e bem dito, e Cacique sabe e entende o que o guerreiro está dizendo para Cacique: dentro de uma guerra, pode se encontrar a paz. Como Cacique já encontrou, como vários guerreiros aqui, já encontraram. Dentro de uma guerra também se encontra a paz. Por isso, o único caminho que existe para sua transformação, para o seu desenvolvimento, onde sua visão fica longa para estar enxergando aquilo que muitos não conseguem é a pergunta: o que está faltando para o meu preenchimento interno?

Não caminhem apenas por caminharem. Sintam o prazer porque Grande Espírito dá oportunidade aos guerreiros, assim como quando os guerreiros nascem, pai e mãe de cada guerreiro já escolheram o nome, mas quando nasce o sentir do pequeno e da pequena é a respiração. E cada vez que você, guerreiro, você, guerreira, respira, isto sim tem nome, que é vida. Isto sim tem nome, que é vida, quando respira.

Ao acordarem agradeça ao Grande Espírito e façam a pergunta a si mesmos: hoje pela manhã eu só tenho dois caminhos – encontrar a vitória ou a derrota. Que vocês encontrem a vitória sempre. Lutem. Os guerreiros não estão sozinhos, não lutam sozinhos. Que os guerreiros se libertem de tudo aquilo que é artificial no caminho de vocês e busquem este caminho que é o da verdade e desenvolvimento.

Só assim que o mundo vai dar o passo, como Cacique disse: o mundo não precisa de paz, e sim vocês, guerreiros. Cada guerreiro é único na Terra.

É desta paz, desta confiança, desta energia, misturado com a magia sagrada, que vai ser feito este caminho nosso, no tempo de vocês até a lua de final de ano. Que os guerreiros sejam bem vindos e que o Grande Espírito abençoe a todos.

Guerreiro Peão, guerreiro Guardião, sejam bem vindos com todos os seus guerreiros, os guerreiros da África da mesma forma, os guerreiros apache e a todos os guerreiros que lutam por um caminho, onde ele se torna um quando existe boa vontade.

NUVEM VERMELHA

Em sua busca, tenham fé. Não estão sozinhos.

Posted in Ajuda espiritual with tags , on janeiro 25, 2016 by Helen Ians

nao estao sozinhosO que acrescentar depois de uma mensagem tão completa? Mas nesta busca individual do seu objetivo, do seu caminho, imprescindível ter a fé, como nos disse o nosso irmão, e estarem preparados, abdicarem do medo, medo de enfrentar o que está pela frente, pois vocês não estarão sozinhos. Se fortes, vocês irão superar o medo, fazer esta introspecção e descobrir os reais objetivos, o que é mais importante.

Ouço muito dizer que uns enxergam o copo vazio e outros enxergam o copo quase cheio. Percebam que, de acordo com o olhar para cada dia, isto vai se refletir o seu bem estar, na sua força, na sua dedicação, absorver o que é realmente bom e muitas vezes, irmãos, saber falar não.

Muitos ficam diante de uma situação em que não lhes faz bem, sabem que não fará bem ao seu próximo, e por vários e vários motivos, acabam se calando. Digam não. Vocês podem fazer a mudança e fazer, sim, a coisa certa, no momento certo. Para que lá na frente aconteça um desfecho melhor.

Para tanto, mais uma vez revalido o que foi dito – tenham fé. Busquem aquilo que lhes proporciona alegria, que lhes proporciona paz, busquem aquilo que vocês tanto almejam, sem medo, com coragem, determinação, persuasão, humildade e amor a si mesmo e a Deus nosso Pai.

Agradeço a oportunidade de estar mais uma vez nesta Casa de Luz, sejam todos bem vindos, e que este ano a corrente possa trabalhar ainda mais propiciando palavras de elucidação, de amor, caridade. E que vocês irmãos percebam que nunca, em momento algum, estão sozinhos. Nem nós, porque temos um Deus Misericordioso e um Pai Amoroso. Que Deus abençoe a todos.

ANA NERI

MENSAGEM DE CACIQUE

Guerreira enfermeira Ana Neri, Cacique agradece a você e todos os seus guerreiros, pelo brilhante trabalho realizado junto com a corrente, no trabalho de cura, no trabalho de desenvolvimento de um guerreiro pelo guerreiro. Que a guerreira seja bem vinda e que o Grande Espírito abençoe a guerreira.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 38 outros seguidores