ABERTURA

Posted in Caminho Sagrado on abril 23, 2015 by Helen Ians

Que os guerreiros sejam bem vindos à Casa de Luz e aproveitem este momento de paz para sentirem toda a energia e toda a vibração da corrente, lembrando que lua a lua, dia a dia os guerreiros são acompanhados por toda a corrente.

Basta naquele momento os irmãos elevarem o pensamento ao Grande Espírito e sentirem toda a energia à sua volta, onde a Energia maior se transforma na paz que tanto procuram os guerreiros. Que o Grande Espírito abençoe a todos.

Hoje lua de consulta, tratamento, operação a ser feita pelos xamãs. Guerreiro Alce Negro, seja bem vindo guerreiro. Toda a corrente médica também está presente. Guerreiro Guardião e guerreiro Peão sejam bem vindos, guerreiros. Podem deixar os guerreiros da África entrarem. Que os guerreiros sejam bem vindos. Enquanto é feita a limpeza e todo o preparo para as operações que vão ser feitas, Cacique pede aos guerreiros que entrem em sintonia com toda a energia da mesa e com todas as mensagens aqui deixadas.

NUVEM VERMELHA

Obs. Palestras de 13 abril 2015.

Para a guerra, mudem o pensamento!

Posted in Casa de Luz on abril 23, 2015 by Helen Ians

Gostaria de lembrar a alguns e a outros que nunca é tarde para se começar, retomar, perdoar, enfrentar um novo obstáculo.

Para tanto, queridos irmãos é imprescindível a fé, em si mesmo, a confiança no Grande Pai e a certeza de que tudo está de acordo com o que deve ocorrer.

Mas aí vocês perguntarão: mas como? Algumas coisas dependem do seu querer e do seu primeiro passo. Não sei se alguns e outros já encontraram, mas do céu só cai água. Vocês tem que fazer a vossa parte. Até porque queridos irmãos nunca saberão se ficarem com um ponto de interrogação e se se perguntarem: teria sido diferente?

Em vez de ficar com uma dúvida, fiquem com a certeza. Dêem o primeiro passo, confiantes como ouvem aqui do Grande Cacique. Quando vão para a guerra, mudem o vosso pensamento. Quando querem conquistar algo, mudem também o vosso pensamento. Abasteçam-se de mais fé, confiança como lhes disse. Nunca é tarde. Agradeço a oportunidade de estar mais uma vez nesta Casa de Luz e peço a Deus que abençoe a todos.

ANA NERI

Bravos guerreiros.

Posted in Arte de viver with tags , on abril 23, 2015 by Helen Ians

Presença da corrente médica, aqui, hoje, em peso os grandes xamãs, e os irmãos da África. Além da égide da medicina grega.

Eu pretendia – se é que eu possa ter qualquer pretensão, porque não é este o caso – ser enfático, mas a energia é de muita doação, de muita serenidade, daqueles que se dedicam à cura bendita. Mas, mesmo assim, me perdoem por transgredir levemente este estado de absoluto equilíbrio. Por quê? Particularmente quero agradecer àqueles que tomaram a frente, como bravos guerreiros, da sua missão.  E ponto. Entendam como quiserem e recebam aqueles que sabem muito bem o que, pelo bem, fizeram. Muito agradecido.

Do outro lado, como é bom, como é bom poder se dividir entre a brava ação, necessária, bem vinda em determinado momento, e a suavidade. A entrega. A ausência absoluta de vaidades. Este estado de espírito é o que todos nós precisamos neste momento. Tenho que ser breve, mas tenho que dizer – talvez em quase uma parábola, ligada à natureza. Serei breve.

Antes de uma grande tempestade, de lufadas de vento no mar ou nas areias no deserto, ou incêndio na floresta, sempre fica o absoluto silêncio. E aqueles mais desenvolvidos, mais perceptivos, mais bem dotados, prestam atenção à direção dos ventos antes de sair correndo ou providenciar as amarras e desamarras de seus barcos ou mesmo de cobrir os postos da força das areias do tempo. Daí, sim, percebido o tamanho do fenômeno, decidir-se pela melhor providência e que seja assim.

É hora de ouvir os sinais, perceber além do que as pessoas comuns conseguem fazer, porque vocês não são pessoas comuns. Ou não estariam tentando e conseguindo galgar dia a dia um degrau acima desta maioria.

Estaremos todos juntos, como sempre, só que por alguns dias eu peço, em nome de todos aqui, serenidade, altivez, uma digna postura de quem sabe que após a tormenta, precedida do silêncio, virá outra vez outro silêncio, de uma magnífica vitória. E que seja assim para vocês, para nós, em nome de Deus.

PEDRA ALTA

Cuidem primeiro da mente.

Posted in Ajuda espiritual, Arte de viver on abril 23, 2015 by Helen Ians

menteHoje muitos irmãos receberão tratamento, cirurgia. Mas o pedido é para todos os presentes aqui nesta noite. Para que, muito mais do que abrir os vossos corações, que abram também a mente de vocês.

Um corpo movido por um cérebro doente, jamais conseguirá ser são.

Tentem, esforcem-se para cuidar primeiro desta mente, para que o seu corpo possa responder da maneira adequada. Mente sã, corpo são.

Os sinais estarão para todos, basta canalizarem suas energias, seus pensamentos e fazerem a opção pelo melhor caminho.

Tenham todos uma boa semana e que Deus Nosso Pai os ilumine e os abençoe.

JURACI

Quem é você?

Posted in Uncategorized with tags , on abril 23, 2015 by Helen Ians

MAN IN THE DARKBoa noite a todos. Só vim deixar uma rápida história para quem já conhece – muito que bem, para quem não conhece, que fique conhecendo, certo? A história aconteceu há um bom tempo atrás, mais do que vocês podem imaginar, em um centro espírita. E antes de contar a tal história, já vou deixar claro para todos, que às vezes as coisas aqui, ou o que eu falo, ou o que todos os guias desta Casa falam, não são direcionadas para um, mas são para todos, é no geral. Claro que tem uns a quem serve mais a carapuça e tem outros que não. Até porque acredito eu que está todo mundo aqui para crescer junto e transformar junto. E quem for melindroso para as coisas é porque não está pronto para crescer. Porque às vezes a gente fala algumas coisas e se incomodam. Acredito que, se está incomodando, é porque tem coisa errada com a pessoa. E por isso que eu falo o se enganar, não dá.

Voltando à história, no meio da sessão, um médium da mesa estava lá sentado, igual está todo mundo aqui, e um espirito incorpora no médium que estava lá, do nada. Já chegou falando e cumprimentando todo mundo: boa noite, quero ver quem vai me tirar daqui. Foi a primeira palavra que ele já disse. Já chegou assim.

As pessoas estavam assistindo, inclusive os médiuns estavam praticamente desincorporados, exceto um que estava incorporado, mas o guia que estava nele não quis se meter muito. O médium que estava incorporado não quis dar passagem para a entidade porque não percebeu e não sentiu que era para isso e logo foi chegando perto da entidade incorporada no tal médium para fazer um trabalho de desobsessão lá na hora junto com o rapaz que estava lá. Estava obsediado, estava incorporado com a entidade, e nisso se aproximou e disse: Boa noite.

Ele disse: boa noite. E já falou: você que veio me tirar daqui?

Sim, você sabe que aqui é um centro espírita, eu espero que você não tenha vindo para atrapalhar os trabalhos, até porque nosso trabalho aqui, além da desobsesão, a gente faz também outros trabalhos também e vim para te ajudar a conseguir alcançar uma luz onde você está.

Logo o espirito incorporado no João (o nome do rapaz era João), disse assim: quem é você, primeiro para me ajudar, e primeiro para querer que eu vá para a tal luz?

Começou aquela lenga lenga, o médium querendo doutrinar e o espirito mandando ver no médium que estava lá.

Eu sou apenas um médium aqui da Casa que quero ajudar você a alcançar luz, alcançar aquilo que é de direito, por isso que estou aqui – você volta para onde você estava, para você fazer as coisas certas, para você ter a atitude certa…

Foi quando o espirito levantou a voz e disse: E você, você faz tudo isso? Já que é para falar de mim, vamos falar de você!

O médium disse: Eu não estou aqui para falar de mim, estou aqui para te doutrinar, para te ajudar a alcançar a luz. E não falar de mim.

O outro respondeu: Mas eu não vou sair daqui. Vamos falar de você se é que você quer que eu vá embora mais tarde. Eu quero saber quem é você. Você sabe quem é você?

O médium ficou acuado e viu que o negócio não ia ser fácil porque, quando realmente o espirito que está lá, se não quiser sair, não sai de jeito algum. E o bate boca continuou.

Aliás, já que você quer me doutrinar, para alcançar, transformar ou isso ou aquilo, com toda sua bondade, com todo o seu amor, que você quer que os outros escutem aqui… e a raiva que você tem de sua ex-mulher porque ela traiu você com outro? Por que você não fala aqui disso? Aqui ninguém sabe…

O médium deu dois passos para trás: como é que ele está sabendo disso? O negocio é mais sério do que eu imaginava…

Fala, fala moço, você não vai falar dela, como é que você quer me doutrinar aqui, se você não consegue olhar para dentro de você e ver o que você faz? Você pensa uma coisa e faz outra, e quer se camuflar no meio de todo mundo, achando que a gente é bobo e não está vendo… Nisso, o médium já começou a gaguejar e disse: eu não estou aqui para falar de mim.

Não interessa, moço, nós vamos falar de você… e todo mundo vai saber de você agora. Já que você quer dar uma de bonzinho, achando que é o salvador da pátria, você não salva nada. Você está na qualidade aqui de também se comportar como mais um que veio também para aprender. Não é melhor do que ninguém. Por que você não conta para os seus amigos também que você fica obsediando a sua filha?

MAN IN THE DARK1O médium já deu mais dois passos para trás.

Você fica podando ela das coisas, não deixa ela crescer, cortando ela das coisas, tratando ela como uma criança, não deixa ela se desenvolver, põe nela o medo que você tem da vida. Aquilo que você fracassou, você não está querendo mostrar para ela, aí nenhum namorado serve, tudo que ela faz é ruim. Isto não é uma forma de obsediar também? Cadê a bondade toda, cadê aquilo que está escrito no Evangelho segundo o Espiritismo? E este seu trabalho? Perdeu a língua, moço? Eu acho que está na hora de você começar a mudar algumas coisas em você.

Nisso o médium desatou a chorar que não parava mais e o espirito dizendo para ele: fica à vontade, você pode chorar à vontade que vai te fazer bem. Este é o começo.

O médium chorou, chorou, chorou. Sentou na cadeira, porque estava na posição de pé de quem estava querendo doutrinar aquele espírito, até que olhou bem no olho do espirito e ele perguntou: quem é você?

O espirito olhou bem no olho dele e disse: filho, quando o trabalho começou aqui, e começou a limpeza na casa, você pediu em oração para que fosse feita uma limpeza aqui na Casa para que os espíritos perdidos fossem encaminhados, os pensamentos ruins fossem encaminhados, e eu vim aqui a mando de Jesus. Porque você pediu.

Mas como a mando de Jesus?
Sim, quando você pediu a Deus, que tudo fosse bem orientado, bem isso, bem aquilo, Jesus me mandou. E eu vim aqui para isso. Como você estava pegando um caminho errado, com as atitudes, com a vida, com isso e com aquilo, se colocando em uma posição de ser o salvador das coisas, onde aqui todos são iguais, não tem diferença nenhuma, e onde a reunião feita é para todos. Não é só para aqueles que escutam, é para todos. E você nesta noite é o que mais estava precisando. Aliás, já fazia tempo que você estava precisando. Volta para o seu caminho e faça a coisa certa. E faça o trabalho certo junto com os guias que estão aqui nesta Casa. Você entendeu filho?

O médium chorando disse: você me perdoa, me desculpe…

O guia disse: Quem sou para perdoar você? Eu sou mais um no meio de tantos. E que hoje eu fui escolhido para conversar com você. Eu espero que você pegue o caminho certo e faça o certo. E olhe para dentro de si.

Ele agradeceu ainda em prantos, chorando. O espirito agradeceu a todos e foi embora.

Esta história me faz lembrar primeiro que serve para todos. Em segundo, que a responsabilidade das coisas está dentro de cada um. Na forma de atitude, na forma de conduzir a si mesmo. Vocês são os chefes de vocês mesmos. Vocês são os generais de vocês mesmos para conduzir o seu caminho, a sua estrada, a sua vida, e conduzir da melhor forma possível dentro do respeito consigo mesmo. Onde as consequências daquilo que estão fazendo, voltam. Daquilo que estão plantando, a colheita, dependendo do que está plantando, a colheita é malvada. Porque tem colheita que eu sei que, na hora que vão começar a colher, vai arranhar a mão. Portanto, comecem a equilibrar o pensamento. Não adianta pensar uma coisa e fazer outra. Ou não adianta querer se enganar ou enganar o próximo.

É preciso que em determinados momentos em que o caminho começa a afunilar, aí vocês começam a olhar para um lado, para o outro, e ver que parece que está apertada a coisa. Antes de querer a fuga, ou fugir, como é falado aqui nesta Casa, olha para dentro de vocês e tentem perceber o que estão fazendo.

Ou até mesmo aqueles que têm a força da mente, a força da palavra, induzir os outros a qualquer tipo de situação ou numa vantagem ou achando que lá para frente vai ser vantajoso…

Assim como aquele médium da história que queria induzir as pessoas ou trabalhar a mente delas para algum ganho lá para frente, só que a gente sabe muito bem, até porque a gente acompanha um e outro, a gente sabe muito bem que as pessoas precisam começar a entender aonde querem chegar. Para não se emaranhar cada vez mais. Às vezes, um pedido errado a pessoa não consegue segurar, às vezes um feito errado ou para levar vantagem lá para frente, até porque cada um tem uma vida, cada um é um, é uma situação. Em um momento, uma mesma situação que um resolve de um jeito, o outro resolve de outro. Uns encaram, outros choram, outros explodem, então não serve, não tem muito o certo da cartilha que tudo serve para tudo e para todos. Uma situação de perigo um resolve de um jeito, outro de outro. E a mesma situação hoje você resolve de um jeito e amanhã de outro. São coisas que acontecem.

Aí vocês podem perguntar que às vezes um conselho fora de hora, até para querer ajudar, pode acabar atrapalhando. O importante é nas palavras, numa forma equilibrada, onde o sujeito lá no momento está equilibrado com as coisas, sabe que as coisas podem acontecer com qualquer um, não adianta cuspir para o alto que pode cair na testa. Que aliás é o que mais acontece por aí. Vão falando e vai caindo.

Vale lembrar também a intenção de cada um aqui – vocês vão ser felizes, vão conquistar as coisas que vocês merecem conquistar, podem ter certeza de que a corrente não está se importando com aquilo que vocês querem conquistar. Se morar em um castelo ou numa tapera, tanto faz.

A intenção nossa é ajustar as coisas para vocês olharem as coisas de forma diferente e por quê? É simples. É porque aqui nesta Casa, assim como em outras casas sérias, seus guias sérios sabem onde está a fonte. Aqui ninguém vende milagre, ninguém vende receita. A gente sabe onde está e faz com que vocês caminhem até a fonte. Aqui ninguém vai trazer a água.

E a água que vocês levam dos xamãs, podem ter certeza de que até vocês levarem para a casa de vocês, abrirem a garrafa com a água, e rezarem, com fé, ela se transforma em remédio. Se simplesmente abrirem e tomarem como se fosse uma coisa qualquer, vão estar tomando água.

Acredito eu que aquilo que eu já vi, de onde eu venho, é um trabalho em conjunto. Vocês dêem um passo que a gente dá dois. Se o caminho não está bom, faça oração, tenham fé, sigam em frente para as coisas começarem a acontecer. Não adianta lamentar com as coisas e ficar parado. Não vai resolver nada. E que tenham fé, em tudo. Tenham fé em si mesmos, tenham fé nas palavras que vocês estão falando, tenham fé nas atitudes. Tenham fé que as coisas vão melhorar e vão mudar, só que da forma certa. E quanto à forma certa, não existe conta matemática nenhuma, não existe em livro nenhum – é pensar antes de fazer as coisas. Porque o ser humano cai? É porque falou uma besteira ou teve a atitude errada e não pensou – apenas fiz, e agora?

Eu já vi muita gente caindo, sofrendo pelo veneno da palavra ou pela atitude errada. Assim também como tem o lado bom da moeda. Para mim sempre tem os dois caminhos, e eles trabalham juntos. É um caminho em cima do outro. Ou você pode subir, ou pode descer. Tem aqueles que tem fé, que caminham certo, que ajudam. Ajudam a si mesmos, e naquele momento ajudam a quem precisa, e a melhor arma para se ajudar alguém é com a boca, com a palavra. Esta é a melhor arma. Encorajar alguém é a melhor arma. Mostrar que pode é a melhor arma. Só que é preciso que você esteja bem, se não, não adianta. O resfriado tentar ajudar a gripe não dá certo. A coisa não orna da forma certa.

Está deixada a mensagem, a história, para vocês. Eu espero que acreditem mais em si mesmos e mudem as atitudes, mudem as coisas e parem, parem, pelo amor de Deus ou pelo amor sei lá do quê – parem de tentar se enganar. Vocês podem enganar a vocês mesmos mas vocês vão cair amanhã.

Se querem trabalhar com a energia certa, quando eu falo com a energia certa eu estou falando com toda a energia que está em volta de vocês, que rege vocês em um caminho sagrado, como é feito aqui, que são alimentados pela força maior,  por espiritos de boa vontade que vem aqui para deixar palavras a vocês.

Por isso que às vezes onde eu me encontro – onde eu estou e não vem ao caso onde – às vezes eu escuto o sino tocando. Ou saíram do tabuleiro porque caíram, ou entraram no tabuleiro e estão jogando da forma certa.

Aí eu pergunto para o meu braço direito, o tal Cabelo: quem saiu do tabuleiro, Cabelo?

Foi fulano, sicrano.

Mas o que aconteceu?

Isso, isso, isso..

São postas no caminho de vocês, a todo momento, situações que a gente sabe que é para vocês caminharem mais tranquilos  mas muitas vezes vocês não conseguem enxergar o que está sendo posto, porque se prendem aos fantasmas da mente onde por sua vez, opinião minha, é dito que a mente trai vocês. Eu também concordo mas é justamente ela que vocês tem que trabalhar.

Ter a mente forte, ter resposta rápida na hora, ser ligeiro para as coisas. Se não, outro vem por trás e puf! Quando eu falo outro vem por trás é a energia que vocês criaram e dão abertura para elas pegarem vocês e sufocarem. Como eu já disse, cada um tem um problema, se o problema é a saúde, vamos tratar. Se é falta de amizade, vamos trazer a amizade. Ou como alguns falam aqui: é problema de relacionamento… Até me dói ouvir.

Eu, às vezes conversando com o Cabelo: como é que pode certas coisas?  O cara é bravo, o cara é isso, aquilo.. Mas a pessoa faz por onde. Está aprendendo. Eu já fiz muita gente se lapidar por causa disso – ou a mulher vem com o pau de macarrão. Aí entra a tal da espiritualidade – tudo tem um motvio para isto estar acontecendo. Só não vem descarregar a culpa no espritual, “porque o carma está feito”. Não tem nada de carma feito.

Para finalizar a história, para vocês verem que a cabeça do ser humano às vezes é tão doente, onde as coisas às vezes chegam. .. como aquele sujeito casado há tanto tempo – 25/30 anos – chega e perde a esposa. Ela morre, desencarna. E na vida que tiveram, a três, pois tinha uma filha, a esposa faleceu, ficou o marido e a filha na Terra, caminhando… Quatro meses depois do falecimento da esposa, o sujeito vai até um centro e fala assim (isto eu vi estes dias para trás e não foi aqui)… aí a historia é assim: porque eu preciso arrumar alguém, eu já estou de flerte com a tal moça… O espírito so escutando… aí o rapaz começa a lembrar da ex-mulher e chora e não para mais de chorar.. E o espirito só olhando para a cara dele… porque ela era o esteio da coisa… O papel era meio invertido, ela trabalhava e ele ficava em casa lavando, passando, fazendo as coisas… e ele com a cara dele, sentado lá na frente, começou a chorar..

Eu já estou conversando com a moça, que é para que dê certo…

O espírito só olhando… Eu fui a uma cartomante, lá no interior, e você não acredita o que ela disse...

O espírito olhando… Ela disse que eu vou me relacionar de novo e não é ninguém do meu passado…

A tal fulana era daquelas amigas antigas que fazia 20 anos que não via, conheceu a mulher dele, conheceu a filha…  Mas ela disse que não é a pessoa certa. Não é ninguém do meu passado.. Ela disse uma coisa boa para mim: olha, eu estou vendo que os seus carmas acabaram. Agora, daqui para a frente só coisa boa, não tem mais carma

E ele disse: Eu também estou achando que meu carma também acabou…

O espírito disse, meio enfezado: Se você ficava em casa sem fazer nada, que carma você tinha? Você pode me falar que carma é este?

Enquanto que vc não queria fazer nada, ela fazia tudo e inclusive dava atenção à sua filha que você também não tinha paciência… isso é para vocês verem o grau de loucura em que estão as coisas…

É importante que se tenha noção do grau da loucura, eu falava isso por diversas vezes em situações, em passagens de guerra… Principalmente quando eu ia encontrar com um e com outro… eu colocava o dedo na loucura e fazia a pessoa crescer ainda mais na loucura, alimentava a loucura da pessoa… ou eu mostrava o grau da loucura… ia para um caminho ou ia para o outro…

Olhem, olhem.. não é “orem”… não confundam! Olhem para dentro de si, construam seus novos caminhos, faça do seu exército, o melhor exército. O melhor exército que vocês podem ter são vocês mesmos, a sua fé, a sua esperança, a sua dedicação, a sua mente.

Como bem disse minha amiga irmã Juraci, a mente sã, o espirito livre, a alma forte, os olhos atentos. Para que vocês consigam alcançar o que querem. Que, como é falado aqui também, no fundo a gente sabe o que cada um quer – a paz. De qualquer maneira, é a paz. O dinheiro, eu vou falar para vocês que o dinheiro é bom, faz a alegria de muitos mas pode afundar também. Principalmente se fizer desaforo a ele. Aí como diz meu general, a casa cai. Portanto, tenham equilíbrio em tudo e conquistem aquilo que quiserem. Vocês são livres para conquistar tudo dentro do limite de vocês e dentro de um sabedoria única no caminho escolhido.

Boa noite a todos. Que a Santa Luzia abençoe a todos vocês. Não esqueçam todas as mensagens aqui deixadas, como é falado aqui nesta Casa: amanhã é mais um dia. Eu espero que vocês, assim como o sujeito que foi na cartomante, não chorem e sorriam ao mesmo tempo. Existe o momento do choro e o momento da alegria. Todos os momentos são bons. Basta olhar da forma certa.

Vamos encerrar com um Pai Nosso, assim como era feito perto da Casa branca, onde eu escutava o sino. Pai Nosso…

GUERREIRO PEÃO

ABERTURA

Posted in Caminho Sagrado on março 28, 2015 by Helen Ians

ETERNAL LIGHTQue o grande Manitu abençoe a todos. Que os guerreiros sejam bem vindos à Casa de Luz e aproveitem este momento onde todos os grandes guerreiros, reunidos, se tornam um, para que os guerreiros caminhem em paz, lado a lado do Grande Espírito, no Caminho Sagrado.

Os guerreiros sejam bem vindos, que o Grande Espírito abençoe a todos.

Cacique pede aos guerreiros que entrem, a partir de agora, em sintonia com toda a corrente, entrem em sintonia com a vibração da Casa e todos os guerreiros aqui, para que os irmãos sintam o trabalho e possam sair mais leves, com entendimento e em paz, onde nada é por acaso e tudo tem um motivo para que as coisas aconteçam no caminho dos guerreiros.

O importante é os guerreiros lembrarem que não estão sozinhos, não caminham sozinhos e que o Grande Espírito, junto com a boa vontade de cada guerreiro, em se transformar e buscar aquilo que realmente é verdade em seu caminho. Juntos caminhem com a luz eterna todos os dias, onde para muitos esta luz só existe, como é falado aqui na Terra, no final do túnel, mas esta luz é um trabalho diário, esta luta dos guerreiros é um trabalho constante na lua a lua , no dia a dia dos guerreiros.

Que os irmãos levantem a cabeça e não se esqueçam, mais uma vez, que o Grande Espírito está dentro de cada guerreiro.

NUVEM VERMELHA

A música de dentro do seu coração.

Posted in Arte de viver with tags , on março 28, 2015 by Helen Ians

Vocês ouviram do Grande Cacique que desliguem o pensamento do barulho que está passando (avião) e daquilo que vocês apertam (celular) para o pensamento ficar aqui dentro. Aproveite para escutar e para aprender.

O que Conceição veio falar é também de outro barulho, não este barulhão que atrapalha todo mundo, mas é da música que tem que sair de  dentro do seu coração, da música que saía dos pretos velhos, das negras velhas, e que já contei que fazia a gente ir para outro mundo.

Vocês tem que fazer barulho do bem, que leve vocês para um lugar que vocês sentem o cheiro, um lugar que vocês fiquem com o coração leve e que fiquem livres, livres para poder chegar até Nosso Senhor Jesus Cristo, como agora, que vocês estão conseguindo prestar atenção aqui e não lá.

Façam isso, ouçam a música que está dentro do seu coração. Acalme-se, se quiser lembrar de alguma coisa e da emoção vir o choro, não deve ser choro de tristeza mas de alegria. O importante é você se encontrar dentro de você. Conceição agradece de ter podido falar e que Nosso Senhor Jesus Cristo abençoe a todos.

CONCEIÇÃO

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 37 outros seguidores