Arquivo para sintonia

Conversar com o que está acima.

Posted in Uncategorized with tags , on julho 15, 2017 by Helen Ians

cachoeira

Concordo plenamente com o que acaba de ser aqui bem dito. Existe o sagrado e o profano. Profano não é bem aquilo que as pessoas às vezes imaginam ser, o que é ruim, mas é aquilo que está fora dos templos. Como diz a nobre senhora: não importa onde vocês vão buscar a espiritualidade em termos de princípios religiosos ou crenças mais ou menos difundidas entre vocês.

Realmente não importa a grandiosidade de uma, como vocês chamam, Catedral. Sem dúvida a beleza e o ambiente podem influenciar um pouco para que você se sinta diferente do que é a correria lá fora. Este é um culto templário, todavia os templos, e por isso eu falo profanos – aquilo que é fora deles, estão em qualquer lugar. Esta mesma grandiosidade vocês podem encontrar em uma floresta, em um belo jardim, ou junto ao mar. Ou nas montanhas, que importa o lugar? É para que vocês entendam de uma vez por todas, que a paz não está fora, que a crença, a fé, não está no lugar, ou qualquer lugar. Está lá dentro de você.

Concordo também que muitas vezes, por atribulações de uma cidade agitada por muitos acontecimentos seguidos com alguns de vocês, ou todos já sentiram isto, é difícil parar embora não para se lastimar ou se entristecer ou ter qualquer outro tipo de sentimento negativo. Mas respirar fundo e pensar – eu estou vivo, eu continuo, eu tenho força porque eu acredito nisso. E o que é acreditar nisso? Deem o nome que quiserem a isso, mas entrem em sintonia com isso que vocês deram o nome. Várias vezes já dissemos aqui – como foi citado o nome de Deus – quantos nomes, quantas casas e quantos nomes tem Deus, não é? Apenas respeitem aqueles que chamam assim ou de outra forma, aqueles que vão ao templo, e aqueles que não vão, estão fora dos templos, são profanos neste sentido. Se alguém não entender, procure a origem da palavra profano. Mas o sagrado sempre vai existir. Basta sentir dentro do templo ou fora dele. Em qualquer tipo de templo e em qualquer lugar fora dele. Observem a história da humanidade e vejam as diferentes culturas. Alguns templos belíssimos, erigidos aos deuses, ou a um deles, ou ao maior deles, segundo as crenças então – e outras que não tem nada construído para este fim, mas a fé, as crenças, a religiosidade, junto a tudo isso a espiritualidade que pode sair de tudo isso, existe – sempre existirá.

Que bom que as pessoas discutissem isto ou aquilo, relacionado à fé, à espiritualidade. Este é o exercício que fazemos aqui – todos nós juntos há quantos anos, há quanto tempo, não é? Refletir, conversarmos a respeito daquilo que está acima, muito além do que é simplesmente material. Portanto, se não querem sair para ir a algum lugar, de culto, cultuem a sua espiritualidade em qualquer lugar. O melhor lugar é lá dentro. Fora disso, naquele ambiente em que vocês estão em paz. Se não estão em paz, façam-se ficar em paz, pensando, sentindo, observando, ouvindo, em todos os sentidos, esta paz.

Se estão muito agitados – não duvido que estejam neste mundo em que vocês vivem hoje de tanto barulho e ruído – afastem-se um pouco de tudo isso às vezes, por instantes que seja. Faça uma oração. É também linda a diversidade das orações, que sempre os homens fizeram em toda a história da humanidade. Conversar com o Além, com o que está acima.

Modernamente, não há tantos ritos, esta Casa é um exemplo – não se pede nada, não se acende nada, não se faz nada, além desta conversa em círculo entre nós. Existem planos, sem dúvida; existem níveis de evolução, sem dúvida alguma; todavia percebam que em determinados momentos estamos todos juntos, aqui. Cada um de vocês pode elevar-se pela espiritualidade, e todos, todos os níveis, todos os degraus, podem por instantes, se abaixarem não ao rés do chão, mas no nível em que flutue uma excelente, limpa, clara, brilhante energia. Isto é possível e vocês podem fazer isso quando quiserem.

Quando se sentirem atormentados, perseguidos, maltratados, seja lá o que for, que possam sentir como ameaça. Parem um pouco. Vistam uma armadura de luz e prossigam. E passam, estas sensações ruins passam. Os erros que eventualmente cometem, reflitam sobre eles e façam um momento de contrição. Ou seja: errei, não gostaria de repetir o erro. Ao contrário, quando tiverem uma sensação de que fizeram algo muito bom para vocês mesmos ou para outras pessoas, façam outro ato de contrição: acertei e quero repetir o meu acerto. No balanço de tudo isso, ao final de tudo isso, o resumo, a análise de ganhos e perdas. Podem ter certeza de que se fizerem isso de coração, sempre, sempre, os ganhos vão brilhar e os desacertos, os desenganos, as injustiças, seus erros, ficarão esquecidos porque vocês já subiram um degrau. Aquilo foi para baixo.

Eu costumava ouvir aqui nesta Terra um conselho destes médicos que se dizem psicólogos, erradamente – porque psicologia, no meu entender, é um estudo da alma. Vão lá ver a origem da palavra, o sentido.

Tem uma coisa que eles repetem não sei se como papagaio, ao final do dia, ou ao inicio de um, quando vocês fazem suas abluções, seus banhos nestas casas modernas que vocês têm, aquela coisa como se fosse uma cachoeira falsa. Entrem de cabeça nesta coisa como se fosse uma cachoeira mesmo, pois na verdade pode ser, e deixem sair pelo ralo, lavar-se em todos os sentidos. Aí tudo vai por este ralo. Espero sinceramente que se lavem assim. Aí está a conjunção matéria – espirito, e uma cerimônia, um rito sagrado de lavagem. Aquilo que se impregna na matéria, que sai com a bendita água, e aquilo que se impregna lá dentro de vocês, aqueles sentimentos pequenos, joga tudo fora. Que maravilha, a cada dia podermos estar limpos de novo!

O que passou é passado e o futuro é presente porque a cada instante em que vocês agem nesta direção de ascensão, vocês já estão vivendo o seu futuro. Simples, assim, se sentirem isto profundamente. Bastará.

Quero todo mundo limpinho por dentro e por fora. Quem costuma fazer suas abluções à noite, comece esta noite. Não deixe para depois. O futuro é hoje, agora.

Era isso: uma mensagem simples, prática, objetiva – eu espero. Exatamente na linha que foi iniciada pela grande senhora. Muito agradecido, senhor, a todos os membros do Conselho, às égides presentes. A todos, uma semana “limpinha” para vocês.

PEDRA ALTA

Anúncios

Na sintonia, todos podem se unir pelo que é bom, elevado e iluminado.

Posted in Caminho Sagrado, Energia, Natureza with tags , , on abril 8, 2014 by Helen Ians

idealMais que perfeita a colocação da Senhora. Era tudo o que eu gostaria de dizer e permitam-me complementar o que foi bem dito. Este não é momento de reflexão mas de sentimento. Como disse a Senhora, permitam-se, deixem-se levar pelo SENTIR, vivendo com intensidade, pensando menos. Poupem suas mentes, abram seus corações e as janelas da percepção.

Intensifiquem a sua individualidade, mais do que nunca necessária para o consciente coletivo, neste momento, em que na natureza, as transições das estações em todo o planeta encontram-se suavemente no mesmo padrão e é nesta sintonia que todos podem se unir pelo que é bom, pelo que é elevado, pelo que é iluminado. Esvaziando da mente as falsas ideologias, as crenças que não se fundamentam em valor algum.

Recriem a partir de si mesmos os valores universais. Doem-se em energia, distribuindo-a entre os seus iguais. Menos estudos, leituras ou, pelas leituras, através das sensações, da sensibilidade. Voem alto, porém sem ruído – como fazem os pássaros, e observem o maior campo visual possível, e elevado. Estamos precisando desta energia para restabelecer o bom senso, o equilíbrio. Sintonizarmos com o que é divino, puro, verdadeiro, silencioso e calmo. O resto, queridos irmãos, nossos filhos, amigos, é ruído. Ruído daqueles que se preparam, atordoados, e que jamais conseguirão voar.

Precisamos de cada um fortalecido, consciente plenamente de si mesmo e de suas possibilidades, para que cada um possa ser engajado em um imenso exército de almas cujo espírito pode transformar o mundo. E que assim seja pela vontade de Deus e que repitam comigo uma palavra em uma língua tão culta que é exatamente Que Assim Seja: AMÉM! Para todos nós, em todos os níveis, nas dimensões da vida, neste e em todos os planos em que ela existe. Outra vez: AMÉM!

PEDRA ALTA

Esperança renovada mas com bases sólidas, sem fantasias ou ilusões.

Posted in Energia, Ensinamentos with tags , , , on agosto 25, 2013 by Helen Ians

papa franciscoPerfeita a colocação. Agradeço à nobre senhora* de ter antecipado aquilo que exatamente eu iria dizer e vou apenas complementar. Foram momentos grandiosos, como nunca se viu iguais nesta nação, em toda a sua história. Especialmente, no final do evento que, embora, pertencesse de alguma forma a uma religião, mas como foi já bem dito, não importou para o povo este fato porque todos se uniram. Foram milhões, milhões – muitos mais do que divulgado, porque não interessava divulgar para alguns, a energia magnífica que se conseguiu.

Um homem poderoso** mostrou ao mundo que o verdadeiro poder está em andar quase descalço, pisando o chão com uma humildade que por ser absolutamente autêntica, atraiu milhões na mesma sintonia. Não quero dizer que seja o salvador da humanidade ou o novo profeta. Ao contrário, apenas um homem que expressou aquilo que milhões gostariam de expressar em palavras, mas expressaram em sentimentos e emoções autênticas.

Se vocês achavam que tinham inimigos, considerem-nos derrotados. Foi demais para eles ver o que é de fato ou o que precisa ser de fato um governo, uma postura que, com poucas palavras, delicadas ações, provocam profícuos resultados.

Agradecemos a cada um de vocês e a todos que acreditaram em um país melhor e que lutaram por isso. Especialmente alguns de vocês que literalmente saíram à guerra com as armas que tinham – quer usando na arte, a música, a escrita, quer usando o exemplo de sua própria dignidade. É assim que se faz. E como disse a nobre senhora, muitas das coisas que aqui são ditas, e não por nós porque nós também aprendemos de alguém, foram repetidas por pessoas simples, sem cultura nem mesmo educação, não porque não queiram tê-las, mas porque não foram dadas a elas as oportunidades de uma vida decente. E este encontro encantador, entre a palavra do homem e a sabedoria de Deus, muito acima de qualquer crença, ficou nitidamente estabelecido, como um mapa, um divisor de terras, de águas, de tempos. E certamente as sementes foram lançadas, boas sementes. E ninguém, ninguém vai poder impedir o crescimento daquilo que foi plantado e muito bem plantado. Até regado, não? – viram como choveu! É isto. Eu, particularmente, sinto um grande alívio, não porque não soubesse que este poderia ser, como foi, o resultado – mas, de certa forma, é surpreendente como milhões de pessoas conseguiram estar na mesma divina sintonia, em um país tão grande.

Quando vocês souberem que foram muitos mais do que possam vocês imaginar, a surpresa será de vocês também. Foi a maior vitória, foi a maior demonstração de poder que um povo já mostrou na história da humanidade, acreditem que é esta a verdade. Portanto, cidadãos desta terra, orgulhem-se, porque contribuíram cada um de vocês para isso. Muitas das batalhas foram vencidas em poucos dias. Quanto à guerra pela paz, eternamente lutamos por ela ou nela, e por ela paz. É isso o que leva todos à frente, mas pelo menos começamos – e eu humildemente me incluo nisso – um grande trabalho. Fico imaginando, e isso é emocionante, como alguns pais que já estavam desanimados, tristes, porque não conseguiam ver um futuro para seus filhos, nem para eles próprios – e ficou muito claro que isto é possível, a partir de agora. Se pudéssemos resumir tudo numa ou duas palavras – esperança renovada, mas com bases sólidas e não fantasias, ilusões de bem estar que tentaram passar a vocês, os falsos líderes – aqueles para quem o poder é uma arrogante ignorância das necessidades dos outros.

Não idolatre uma pessoa mesmo que tenha sido brilhante, mas incline-se com respeito, pois ele foi o veículo de toda uma corrente mundial pela paz, pela prosperidade, pela dignidade do ser humano. E tenho certeza, absoluta, chova ou faça sol, dias deslumbrantes para todos vocês virão porque conseguiram mostrar, alguns, sem usar outras armas que não a verdade e conquistaram, e desta vez para sempre, a sua liberdade.

Nós, representantes de todas as égides que trabalham juntas para isso mesmo, para todos estes objetivos, nos inclinamos diante de cada um de vocês, e aplaudimos a todos pela maravilhosa demonstração de força. E que Deus nos abençoe a todos.

* Refere-se à palestra de Ana Neri.

** Refere-se à passagem do Papa Francisco pelo Brasil.

Pedra Alta

Abertura Encontro 19 novembro 2012

Posted in Ajuda espiritual with tags , , on novembro 30, 2012 by Helen Ians

Que os guerreiros sejam bem vindos à Casa de Luz. Para os guerreiros que não sabem, neste momento está sendo feita uma grande limpeza. É importante que os guerreiros também ajudem a si mesmos a limparem a mente, para que os guerreiros encontrem a paz, encontrem dentro do seu silêncio a resposta de que precisam.

E que os guerreiros aproveitem este momento para entrar em sintonia, se aproximando de si mesmos, para receber aquilo que vieram buscar aqui na Casa de Luz.

Cacique Nuvem Vermelha

Sua fé é tão grande que chega ao seu Pai.

Posted in Ajuda espiritual, Caminho Sagrado, Casa de Luz with tags , , on janeiro 18, 2011 by Helen Ians

Cacique para guerreira Joana: “Cacique pede a guerreira para que faça o canto, o canto do encontro, o canto do caminho da paz, onde os guerreiros vão caminhar juntos para a evolução, para que a transformação de cada guerreiro se dê dia a dia, lua a lua, assim como o encontro se dê dia a dia com o Grande Espírito.”

(Canto da guerreira Joana)

Todos os territórios, todas as tribos, não só tribos vizinhas, mas todos os guerreiros de luz, em um único propósito: a cura do homem. (canto). O Grande Manitu abençoe este nosso início, aqui na Casa de Luz. Este novo início de um longo trabalho, abaixo de todas as colônias, sendo que o desejo das tribos é único – a paz dos guerreiros.

Que os guerreiros possam se encontrar com si mesmos, sem esperar que os outros o façam por vocês. Dentro de cada guerreiro – não só aqueles que se encontram aqui na Casa de Luz, mas aqueles que aqui pertencem à tribo, e outros em busca do encontro – para todos o único objetivo é o equilíbrio e a prática da caridade, a paciência, para que não só vocês da nação brasileira, mas de outros países, possam neste início completar o vosso ciclo, a vossa jornada.

Que os guerreiros possam cumprir a vossa missão, com entendimento, com sabedoria, e principalmente com discernimento, sem desperdiçar o vosso tempo. E Joana diz a vocês, guerreiros, que tudo isso, não somente depende da Casa onde vocês, guerreiros, freqüentam – como se diz, a Casa Espírita – mas, sim, é essencial na vida dos guerreiros, que possam estar abertos ao que os guerreiros necessitam para o vosso crescimento, não só moral, mas espiritual. Se antes vocês eram surdos, para as palavras que tocavam os vossos corações, seja dentro de uma Casa de Luz, seja ela dentro de uma sinagoga, dentro de um templo budista ou dentro de uma igreja, onde seja deixadas palavras de sabedoria, aonde os guerreiros não só escutam, mas tentam dar os seus passos. Não dentro das fantasias, mas dos ensinamentos que nosso mestre Jesus deixou aqui na sua passagem.

Se os guerreiros percorrerem o caminho, levianamente, sem estarem atentos ao que vocês têm como ensinamento, com certeza vão cair na mesma mesmice e aí não adianta mudar, nem de guerreiros nem de Casa. Porque assim vocês vão procurar não o que vai melhorar, mas, sim, o que vocês desejam ouvir. E o caminho de luz, dos guerreiros de luz, eles não vão deixar palavras para limitar um caminho errado. Eles vão estar, sim, deixando palavras onde os guerreiros possam estar atentos.

Bendito é aquele que não necessariamente escuta, mas que sente, porque este está em sintonia com a Grande Luz. Por isso Joana diz sobre o cuidado com a fantasia. Os guerreiros querem escutar o que alegra a mente dos guerreiros assim como desejam fantasiar e viver do ilusório.

O importante, guerreiros, é estar vigiando os passos, pedindo ao Manitu para que dê entendimento quando chegar à Casa de Luz, ou em qualquer canto. As riquezas deste plano são importantes, sim, para o bem estar dos guerreiros, mas o importante é uma alma, um espírito evoluir, pois permite aos guerreiros não criar sofrimento muitas das vezes onde não tem.

Lembrem da mensagem do pessimista que vê tudo destruído. Ele consegue estar em cima de uma montanha e ainda assim se sentir abaixo. Mas o guerreiro sábio, que se encontra abaixo, ele – com uma pedrinha, seguida de outra – faz criar o seu degrau e alcançar o que deseja. A sabedoria é saber contornar as dificuldades, não com uma visão de um pessimista, mas, sim, de um sábio, porque é isto o que te faz ser um guerreiro forte, acreditando que você pode ser, sim, pequeno, mas o seu Pai é grande e sua fé é tão grande que chega ao seu Pai. Antes de culpar que existe a energia contrária na sua vida, antes de buscar culpado, lembre-se da lei da atração e pergunte a si mesmo com o que na verdade os guerreiros querem estar em sintonia.

Guerreira Joana

Perfeita sintonia.

Posted in Ensinamentos, Visão with tags , , on julho 27, 2010 by Helen Ians

Nós nos sentimos honrados quando os médiuns chegam aqui, não preparados mas abertos e entregues de coração ao trabalho. E é muito impressionante, quisera eu, quiséramos nós, que vocês pudessem ter visto a perfeita sintonia com que hoje fomos recebidos. Quando isto acontece, sentimos pelo médium suas sensações, emoções e isto nos faz ter lembranças ora fortes, ora sutis, de tempos passados e vividos aqui.

Vou dar três exemplos. Três pessoas encantadoras estiveram esta noite comigo, para receber a energia que por nós é transmitida do Grande Espírito.

A uma delas eu disse, emocionado, pela emoção do médium, em perfeita sintonia. guerreira da noite, eu a chamo, porque me lembrei de quantas vezes à noite, subi à montanha, no topo, da Pedra Alta, sozinho, para olhar lá de cima as luzes da noite. Repararam a lua grande de ontem, e ainda hoje? Era o que eu via. E podia ver, além das planícies escuras, pelo reflexo de prata da lua grande. Admiro quem admira a beleza e o significado da noite.

A outro, indivíduo que veio a mim, eu disse: use o tom do vento, nem azul e nem verde, mas da cor da pedra que sempre usei e você sabe, mais do que ninguém do que está no peito, que você e muitos aqui já viram. Um símbolo eterno da sabedoria que vem do vento, frio como a pedra do sul.

E à terceira pessoa encantadora eu disse: dê-me suas mãos e perguntei – você ama as plantas? Sorriu e disse: sim. Pois com estas mãos plante uma semente, cuide dela, sem contudo sufocá-la com cuidados. Deixe-a crescer. E note que em torno de você, eu disse, estão pessoas que precisam crescer, sozinhas, sem o sufoco de muitos cuidados. Cuide desta plantinha, cuide-se. E quando ela estiver assim, traga-a a mim, para que eu veja e sinta, como se médium fosse, a paz da noite, a sabedoria nos tons da natureza. E o ciclo mais que perfeito do crescimento e da vida.

Profundamente grato a cada um de vocês, médiuns, pelo respeito, entrega e dedicação, como nunca eu havia sentido. E por isso mesmo refletido em todos, sem exceções, que estão aqui esta noite. Que este momento de silêncio e paz esteja com vocês, a cada instante, em nome do Senhor.

Pedra Alta