Bendita a energia e exuberância de um cigano, e o silêncio sutil de um xamã.

DANÇA CIGANA RUSSAHumildemente, depois de tanta sabedoria, me permita um tempo. Sentiram? Muito bom. Se energia é o tema, vou tentar evoluir pelo próprio tema. Evoluir o assunto, em outras pequenas dimensões.

A coisa não anda boa lá fora e vocês sabem disso. Os que provocaram esta turbulência energética ruim são derrotados e não aceitam a derrota e isto gera – imaginem vocês, o se debater na agonia. É muito sério, por isso que muitos de vocês estão sentindo uma coisa esquisita. É uma mistura de “não sei, será que faço?”, “talvez, será que eu diga?”, uma perda do foco, como disse a linda senhora.

Vocês se perguntam e eu mesmo me pergunto como focar, focar o que, qual é o objetivo e a direção? Eu pedi hoje aos meus queridos guerreiros – que o meu aparelho disse que são os “batedores” – mas na verdade vocês são de fato os meus, as nossas colunas. Eu pedi para que ficassem em posição triangular entre vocês (mostra alguns participantes) e vou explicar o porquê.

A forma da harmonia é circular. Ovalada, ou não, mas circular. É assim que se consegue harmonia. Tudo é meio redondo. Mas neste momento nós precisamos que vocês tenham consciência da triangular, das pontas como pontas de flechas para pelo menos três direções. Ter esta consciência de que vocês se protegem assim. O plano espiritual tem tido, não é muito trabalho mas… intensa dedicação, a esta questão de protegê-los. Esta proteção a todos nós disso aí que não presta lá fora.

Quando a senhora, e estamos muito honrados pela presidência da mesa por tão elevado espírito – estão aqui presentes égides ciganas, não é por acaso… Estamos trabalhando nesta noite especialmente com uma energia xamânica de cura, de medicina, a que vocês já se habituaram a conhecer, e a outra que é gitana, que está sempre em movimento, e que preza muito não as raízes mas, exatamente, a capacidade de se instalar onde for melhor, para aquele grupo, aquela tribo, podemos assim chamar. É muito interessante se vocês perceberem a junção disso.

É como se, pelo xamanismo, pela medicina, acendêssemos um fogo ou uma fumaça densa, mais pura, da madeira, ali, resultado das chamas da limpeza, misturada a esta fumaça com o perfume destes povos que andam e que perfuram pelo vento de suas caminhadas. Não me acendam incenso. Não é isso. Não é algo que se compra e se bota fogo. É algo que se constrói espiritualmente para protegê-los. É sutil. E o que mais estamos precisando, todos nós porque a corrente está com vocês, e vice-versa, e a recíproca é verdadeira. O que nós estamos precisando é disso, desta sutileza. Desenvolvimento que nos permita sair fora deste mundo aí fora que não pertence a nós, menos ainda a vocês. Mas não é para se trancar em uma torre de marfim, como falam os escritores. Ficar lá filosofando, lá em cima, vestidos de laranja. Meditar é bom mas isso não resolve porque a questão é aqui, não lá na montanha. Lá é paz. Como resolve aqui? Que tipo de atitude, que tipo de ação deve ser tomada praticamente? Em primeiro lugar, prestar muita atenção a detalhes. Adoro detalhes.

Vocês já ouviram falar no tal mosquito sei lá o quê? Uma raça esquisita. O mosquito é o mosquito, sempre foi, sempre existiu. Por que as pessoas estão adoecendo, caindo um a um? Vocês prestem muita atenção ao cuidado consigo mesmos. Em coisas simples. Não falei, por exemplo, para você (falando com um participante: não vou contar o que você disse mas o que eu disse), às vezes o simples aroma vindo do vapor, de algumas ervas. Aspirar isso, que não é incenso – sabe lá como foi feito? É simplesmente isso.

No banho, vocês devem prestar mais atenção à maneira como se limpam, se purificam. Sabe de quem o tal mosquito sem vergonha gosta? Do sujo, do mal lavado, porque infelizmente, e não é por falta de recursos, o povo deste país está sujo porque mal lavado. Portanto, sejam limpinhos e perfumados. Aí é que entra a energia cigana – bendito sejam. Bem vindos, alegres, bonitos, com ouro que brilha, que dançam, que cantam e é isso – não há mosquito que chegue em alguém encantador.

Se acontece, é porque se misturaram indevidamente com os meio sujos e totalmente mal lavados.
Será que fui claro ou preciso entrar em detalhes? Portanto, bendita seja a energia que dê a vocês a beleza, exuberância de um cigano, bendita seja a energia que dê a vocês a suavidade, a sutileza de um xamã que em silêncio manipula algumas ervas que você vê no seu jardim e da qual você precisa apenas do vapor.

flowers growing among stonesMais prática, embora profundamente até poética, esta é a maneira de vocês se livrarem ou se afastarem desta energia ruim, que não está presente neste campo, neste momento e nem em torno de vocês, por quilômetros, e quilômetros e quilômetros. É uma noite muito especial. Vejam, ouçam o silêncio. Ver o silêncio é estranho… pois é possível. E assim vai ser. E assim tem que ser para preservar pessoas que vão reconstruir sobre as ruínas de tudo aquilo que já venho falando. Lembrem-se, fiquem com esta imagem: pedras, flores que nasçam nas fendas de pedras caídas. Vocês são estas flores. Sabem por quê? Porque vocês foram há algum tempo atrás, as sementes que germinaram como lindas flores, que na verdade sempre foram e serão.

Que todas as égides, as aqui presentes – estas duas, este triângulo seja para vocês uma referência.

Quando vocês se sentirem perdidos, imaginem um triângulo apontado para frente como se fossem asas – vocês tem dois pontos aqui, e um objetivo ali, e a certeza de que está sendo protegido pela dignidade, pela perseverança e pela objetividade – a ponta do triângulo.

triangleQue este triângulo funcione como asas, nesta base maior, não com um triangulo-pirâmide que te deixa na Terra. Mas que te faça voar.

Senhora, me perdoe se eu voei um pouco além, mas era preciso que vocês entendessem um pouco como funciona, como se movimentam as energias. Que tudo isso fique com cada um de vocês, pessoalmente, intransferivelmente, pessoal, interno, xamânico e gitano. E que Deus nos ouça e nos ajude nestas pequenas grandes missões. Amém.

PEDRA ALTA

————————————————————————-

Índia agradece as palavras de irmão Pedra Alta e que o Grande Espírito abençoe o irmão.

Como bem dito pelo nosso irmão Pedra Alta, que vocês possam voar mas voar sempre com as próprias asas, voar em busca de novos objetivos, de novos sonhos e voar tendo a certeza de que vão chegar onde querem.

Para isso, é só estarem atentos e fazerem de cada queda, que levarem no meio do caminho, um novo recomeço a ser alcançado no objetivo que vocês têm.

Que fique de exemplo para vocês e que possam continuar este vôo que cada um aqui é capaz de fazer.

ÍNDIA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: