O que realmente busco em meu caminho?

O QUE EU BUSCONovamente os guerreiros já começam a formar o Grande Círculo Sagrado, os grandes guerreiros de luz, para que vocês guerreiros de luz que caminham ate esta Casa sintam toda a energia, toda a vibração dos grandes guerreiros em forma de segurança. Também os grandes guerreiros de cura, os grandes xamãs aqui da Casa, para que os guerreiros caminhem em paz e caminhem tranquilos no Caminho Sagrado do Grande Espírito.

E vocês, guerreiros, sejam bem vindos ao primeiro trabalho desta lua do ano, sejam bem vindos a caminharam com toda a corrente, cada guerreiro com sua busca, com a sua procura em transformação do seu espírito, de sua alma, onde todos somos um e é por isso o motivo de toda a corrente acompanhar cada guerreiro, e toda a corrente colocar no caminho de vocês, guerreiros de luz, aquilo que o guerreiro realmente precisa e busca em seu caminho.

Como o Cacique disse há luas para trás, este nosso encontro aqui na Casa de Luz, nesta lua da noite, que é o primeiro trabalho do ano, como os guerreiros falam, Cacique pede a cada um de vocês, guerreiros, que olhem para dentro de si e façam a pergunta: o que realmente eu quero o  que realmente eu desejo, eu busco no meu caminho? Cacique fala em transformação da matéria, transformação de um guerreiro pelo guerreiro. E como Cacique já disse há luas atrás, aquilo que buscam, no fundo, como vocês falam, e como a corrente fala – analisando não pela superfície e sim pela profundeza, como diz o guerreiro Peão, é a paz.

E esta paz pode ter vários nomes na língua de vocês, guerreiros. O que vai definir esta paz é o momento que você, guerreiro, você, guerreira, estão passando e Cacique, na língua de vocês, dá exemplo. Um guerreiro que está fazendo sua luta para encontrar a cura, no seu momento sagrado, não vai pedir ao Grande Espirito, ao seu Deus, como os guerreiros falam, para que o país, para que o mundo tenha mais educação. Vai pedir, sim, para que Grande Espirito amenize a dor, para que Grande Espírito mostre o caminho que o guerreiro vai percorrer, sagrado, para que encontre a cura. Por isso cada guerreiro, no seu momento, cada guerreiro com sua busca e com seu desejo, porque para cada guerreiro o momento é único – esta é a diferença.

Se os guerreiros forem colocar em suas mentes que hoje em dia tem muito mais pessoas na Terra do que luas atrás, para vocês entenderem aonde Cacique quer chegar… Hoje em dia tem muito mais coisas, muitos aviões, na língua de vocês, hospital, e muito mais coisa que antes. Cacique pergunta a você, guerreiro, a você, guerreira, e como está o mundo hoje? Como Cacique já pode escutar: um caos, na língua de vocês, como disse guerreiro Lobato. Do que adianta “meu país tem 200 aeroportos, como os guerreiros falam, tem 300 hospitais”, do que adianta se a mente está doente?

E morre muito mais gente na língua de vocês. Do que adianta para a vaidade todos os 200 aeroportos que os guerreiros falam “no meu país têm…”? Cacique que saber e pergunta a vocês, guerreiros, esta intenção e é o que vai ilustrar como diz o guerreiro Lobato toda reunião nossa deste ano, do que adianta tudo isso se você, guerreiro, não está preenchido? Do que adiantam 300 aeroportos, 200 hospitais se morre muita gente e os guerreiros estão doentes da mente. Onde a transformação dentro de si?

Hoje em dia, na língua de vocês, se Cacique falar, como diz o guerreiro Lobato, na economia, há muito mais economista do que antes. Aí Cacique fala a vocês e dá respostatambém um caos. Muito mais médicos, homens de branco que antes e está um caos. E aí Cacique pergunta de que adianta este desenvolvimento todo se nada está certo?

Ai Cacique pergunta diretamente a você, guerreiro, e a você, guerreira: e a sua transformação? Isto não está te preenchendo e nem vai te preencher a você, guerreiro, e a você, guerreira. E sim a paz a que o guerreiro pode dar o nome que quiser, isto sim – esta é a busca da verdade. Por isso a pergunta no começo do trabalho, o que realmente o guerreiro busca? O que realmente o guerreiro deseja?

Do que adianta, guerreiros, toda esta energia material se não sabem utilizar da forma certa, se não tem respeito com aquilo que estão dando a você, guerreiro, e a você, guerreira, e no fundo, como diz o guerreiro, o que buscam, o que desejam, é a sua paz.

Querem encontrar a cura? Que os guerreiros lutem dentro de si para encontrar a cura. E quando Cacique fala lutar dentro de si, é que tenham força, tenham fé em si mesmos. Aí sim os guerreiros conseguem aquilo que estão querendo para encontrar a sua paz. Quantos guerreiros com fé e força, trabalhando o seu interior, curados, ou caminhando em paz, ricos por dentro?

Deixar claro a alguns guerreiros que é de direito de cada guerreiro desejar e buscar aquilo que quiserem, mas a corrente sempre falou a vocês, guerreiros, que primeiro a transformação interna, para depois a transformação externa de um caminho. Se não, não conseguem transformar em um só o seu corpo, com o seu espirito, com a sua alma. Cada um vai para um caminho. A mente pensa uma coisa, o corpo faz outra, o espirito focado em outra. Este não é o caminho certo. Por isso guerreiro Alce Negro – para quem não conhece, é um grande xamã nosso – quando os guerreiros conseguirem entender e trabalhar em uma só unidade, a sua mente, o seu espírito, o seu corpo, a sua energia como um todo, e perceber que tudo tem que estar preenchido. Muitos falam e Cacique escuta muitos guerreiros falando: o mundo precisa de paz. Cacique fala: o mundo não precisa de paz, o ser humano precisa de paz. Se não, ser humano fica achando justificativa sempre e não consegue entender que, de tudo, o maior culpado é você mesmo.

Enquanto não conseguirem olhar para dentro de si e perceberem o porquê de não estar preenchido, o porquê de não conseguir aquilo que busca, o porquê de não conseguir a conquista que deseja e que é de direito de cada um. Querem ser ricos, que os guerreiros lutem para tal, como diz o guerreiro Lobato. Querem conquistar? Tudo é de direito de cada guerreiro. A diferença é de que forma os guerreiros vão conquistar? De que forma vão colocar o pé na terra e sentindo a si mesmos?

Por isso Cacique fala muitos médicos na Terra, mais hoje do antes, e se morre muito mais do que antes. Como diz o guerreiro Peão, e o guerreiro fala que não vai citar o país, só para os guerreiros entenderem aonde a corrente quer chegar com a mensagem… Em certo país, hospitais entraram em greve. Quando entraram em greve, a mortalidade caiu. Deixar claro a vocês, guerreiros, que tanto o Cacique quanto os guerreiros de luz que estão aqui, xamãs que curam e que operam, Cacique não fala condenando o médico, o economista, é que não funciona para preencher a si mesmo. Isto não preenche um guerreiro.

Por isso o caos. Agora onde Cacique fala que não deve nunca haver este caos, esta doença, é dentro de si. Se deixar contaminar, como diz o guerreiro Lobato, pela doença da mente, nas luas de hoje, é caminho da derrota. Sim, é para ter fé, para ter esperança, mas a transformação não é esta que se vê. Nas luas de hoje, há muito mais guerreiros instruídos, pela facilidade da máquina, do computador, como os guerreiros falam, no mundo, há inteligência de sobra, e Cacique, como diz guerreiro Lobato, bate na mesma tecla e aperta dizendo a vocês guerreiros: um matando o outro. Onde está a sabedoria, onde está a instrução? Onde está o erro? Tanta instrução tanto conhecimento para que? Usado da forma errada.

Por isso, guerreiros, olhem para dentro de si e se transformem e a pergunta é: o que realmente eu busco, o que realmente eu desejo para o meu caminho? E Cacique fala de coisa concreta. Não fala de futilidade, de besteira, bobagem que os guerreiros vendem por aí para injetarem na mente de vocês, para ficaram cada vez mais doentes, como é visto.

É preciso acreditar, é preciso ter fé, mas acima de tudo, lembrar que o que busca está dentro de si. O que vai preencher você, guerreiro, está dentro de si, é a sua paz, não importa o nome. Para isso a pergunta fica: o que realmente eu quero, o que realmente estou buscando para o meu desenvolvimento, para a minha transformação? Não esta superficial onde em qualquer lugar está tudo errado, como diz o guerreiro Lobato. (Cacique explica: para quem não sabe, é o guerreiro Monteiro Lobato). Se vocês, guerreiros, tem a arma poderosa junto com vocês e Cacique não fala de Deus, arma poderosa está dentro de si. Não importa o nome, não importa. Cacique já viu muitos guerreiros de Luz onde o seu Deus, o seu Grande espírito era uma árvore, uma montanha… O que é preciso para o seu encontro? Por isso Cacique falou a vocês, guerreiros, cada coisa que acontece que é importante para um é para aquele momento, por isso não se pode julgar. Para um o momento é a cura, para outro o momento é o encontro, para outro é a conquista. Cada guerreiro em seu momento – isto é respeitado. O que Cacique fala a vocês, guerreiros, é que não se distanciem de si mesmos, não percam o caminho sagrado.

Quando o guerreiro realmente busca dentro da sua verdade um caminho sagrado, a luz se acende a cada passo, para que os guerreiros saibam o caminho. Lembrando que a partir do momento em que você, guerreiro, você, guerreira, escolheu o caminho, são responsáveis pelo próprio caminho, para depois os guerreiros não falarem não deu certo porque o espírito atrapalhou, não deu certo porque tem trabalho feito. Isto não é argumento, na língua de vocês.

Deem o passo para se sentirem preenchidos, se aproximem novamente de si mesmos, de seu espírito, de seu coração, e caminhem em paz, com alegria, honrando a terra em que pisa. É isso que Grande Espirito deseja a cada um de vocês guerreiros de luz aqui nesta Casa e que vocês guerreiros sejam bem vindos à Casa de Luz. Mais uma luz de ano de trabalho onde todos unidos formam uma só energia, em uma só direção.

Aqueles que se sentirem realmente o pé na terra, sentirem a terra quando caminharem, vão entender e perceber que, independente do caminho escolhido – se o caminho é de pedra, se o caminho é tranquilo, se o caminho tem luz, se não tem, não importa. Como diz o guerreiro Peão, e bem dito, e Cacique sabe e entende o que o guerreiro está dizendo para Cacique: dentro de uma guerra, pode se encontrar a paz. Como Cacique já encontrou, como vários guerreiros aqui, já encontraram. Dentro de uma guerra também se encontra a paz. Por isso, o único caminho que existe para sua transformação, para o seu desenvolvimento, onde sua visão fica longa para estar enxergando aquilo que muitos não conseguem é a pergunta: o que está faltando para o meu preenchimento interno?

Não caminhem apenas por caminharem. Sintam o prazer porque Grande Espírito dá oportunidade aos guerreiros, assim como quando os guerreiros nascem, pai e mãe de cada guerreiro já escolheram o nome, mas quando nasce o sentir do pequeno e da pequena é a respiração. E cada vez que você, guerreiro, você, guerreira, respira, isto sim tem nome, que é vida. Isto sim tem nome, que é vida, quando respira.

Ao acordarem agradeça ao Grande Espírito e façam a pergunta a si mesmos: hoje pela manhã eu só tenho dois caminhos – encontrar a vitória ou a derrota. Que vocês encontrem a vitória sempre. Lutem. Os guerreiros não estão sozinhos, não lutam sozinhos. Que os guerreiros se libertem de tudo aquilo que é artificial no caminho de vocês e busquem este caminho que é o da verdade e desenvolvimento.

Só assim que o mundo vai dar o passo, como Cacique disse: o mundo não precisa de paz, e sim vocês, guerreiros. Cada guerreiro é único na Terra.

É desta paz, desta confiança, desta energia, misturado com a magia sagrada, que vai ser feito este caminho nosso, no tempo de vocês até a lua de final de ano. Que os guerreiros sejam bem vindos e que o Grande Espírito abençoe a todos.

Guerreiro Peão, guerreiro Guardião, sejam bem vindos com todos os seus guerreiros, os guerreiros da África da mesma forma, os guerreiros apache e a todos os guerreiros que lutam por um caminho, onde ele se torna um quando existe boa vontade.

NUVEM VERMELHA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: