Todos somos um só.

Nestas luas de caminho, aqui na Terra, muitos guerreiros fizeram o seu encontro, muitos guerreiros sentiram e trabalharam a sua energia para a sua transformação, para seu encontro com o Sagrado.

Nesta penúltima reunião do ano, Cacique agradece a cada um de vocês, guerreiros, pela energia doada na corrente, pela energia deixada através de vocês, guerreiros, que, para sua cura ou para sua melhora, ou melhora do próximo, da mesma forma, onde muitos encontram aquilo que queriam, muitos conseguiram fazer o seu encontro com si mesmo, muitos conseguiram a sua cura.

Todos os guerreiros caminharam junto com a toda a corrente. E este caminho, como já foi bem dito, é um só caminho, que é o Caminho Sagrado do Grande Espírito, onde muitos guerreiros se aproximam, muitos guerreiros se vão, mas a sua energia é única e cada guerreiro aqui na Terra é único.

Por isso o agradecimento de Cacique a todos, a todos os médiuns aqui desta Casa de Luz, pela dedicação e pela forma como conduzem os trabalhos, por trabalharem em prol de um trabalho sério, de um trabalho sagrado onde, por muitas vezes, cansados, ou até mesmo debilitados, doentes, os guerreiros aqui na Casa de Luz, ou até em trabalho fora, em um hospital, que a corrente também faz, mas a dedicação pura aos trabalhos é única.

E é este fortalecimento, esta união de energia que faz com que um caminho se torne forte, com vitória, é dada a cada um de vocês, guerreiros, aquilo que precisam para caminharem na Terra.

Por isso nosso agradecimento a todos pela energia deixada em cada trabalho feito com amor, dedicação, carinho, esperança – que a corrente sabe e todos vocês passam para todos nós.

Aos guerreiros da Casa, ao guerreiro, à guerreira, da mesma forma que os guerreiros doam sua energia, recebendo os guerreiros aqui na Casa, da mesma forma o agradecimento de toda a corrente. É tudo em um Caminho Sagrado, como bem disse os guerreiros, é ajuste, é a transformação, é o acreditar que, sim, somos um, é o acreditar que muitas ligações de vidas passadas, ligadas – quantos guerreiros parentes visitados, trazidos até a corrente, ou até mesmo pela psicografia da guerreira Viviane, passa a vocês, guerreiros. Tudo faz parte de um grande trabalho. Onde cada um com sua energia se torna um, se torna esta força de um cavalo de guerra, onde o guerreiro montado se torna um.

Cacique agradece também ao aparelho de Cacique pela dedicação aos trabalhos, pela forma que conduz, pelo caminho reto, os trabalhos, pela energia, como diz o guerreiro  Peão, com pulso de ferro com certas coisas, tudo passado, tudo feito em uma só energia para que também os guerreiros caminhem. Agradecimento de Cacique.

E é com este agradecimento a toda a corrente, que também outras correntes se aproximam, assim como do guerreiro aqui presente – Kayrrá*, seus ancestrais aqui presentes, formando também uma só corrente, com todos os xamãs, com todos aos pajés como os guerreiros falam, onde o canto sagrado se torna um, onde a força e energia de cada guerreiro que faz o seu encontro com o Grande Espirito, onde o guerreiro consegue escutar, como diz o guerreiro Alce Negro, como aquele guerreiro que fez o seu caminho e escutou do velho índio que, sim, se o guerreiro está escutando guerreiro velho índio, o guerreiro está no caminho certo.
Escute os seus ancestrais, sinta a energia que eles estão passando para você, guerreiro, o caminho é um, a estrada vermelha é uma, onde tudo se mistura e tudo se torna um, na bondade sagrada do Grande Espirito.

Para encerrar a reunião, nesta lua da noite, o canto sagrado, onde todos os guerreiros se tornam um. Guerreiro à vontade para a mensagem, à vontade para o canto. Guerreiro Kayrrá Kariri-Xocó: “Eu vou fazer um canto do guerreiro!”

(canto)

Guerreiro Kayrrá, Cacique agradece canto sagrado de toda sua aldeia, sua tribo, que o Grande Espírito abençoe seus guerreiros e que vocês, guerreiros, aqui na Terra, lutem pela transformação, lutem por aquilo que deixaram os guerreiros quando passaram luas para trás e deixaram para vocês toda esta energia que ainda trazem dentro de cada um de vocês na aldeia de vocês, guerreiros.

Os guerreiros já sabem que na próxima semana será a última reunião desta lua do ano. Os trabalhos voltam dia 18 janeiro 2016.

Que os guerreiros tenham boas luas pela frente e com este canto que os guerreiros ouviram, pintem os seus rostos, agradeçam ao Grande Espírito pela vida, lutem, conquistem a si mesmos, e que tenham uma boa guerra, encontrem a vitória e voltem todos.

Guerreira Cabocla pede a todos vocês, guerreiros que, na lua do Natal, como vocês falam, façam uma oração antes da ceia, sintam o Grande Espírito, sintam os guerreiros, agradeçam pelo momento, e peçam ao Grande Espírito que tenham um bom caminho pela frente. É o pedido da guerreira Cabocla que, com sua força e sua coragem, transforma limpeza feita aqui na Casa de Luz, como bem frisou o guerreiro Guardião, de uma forma serena, com luz, toda a energia para que esta energia que muitas vezes atrapalha seja canalizada de uma forma tranquila onde os seus guerreiros tomam conta, de uma forma plena, consciente, forte e justa.

NUVEM VERMELHA

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: