Até quando os guerreiros vão esperar para encontrar alegria nesta passagem?

vasoFaço das palavras da guerreira Juraci, há pouco, as minhas palavras, quando falou sobre a coragem para dar o passo para sua transformação, para sua melhora, para o seu caminho.

Os guerreiros precisam colocar na mente que cada guerreiro tem um compromisso aqui na Terra, tem um momento na Terra. Cada guerreiro, recebe a cada momento de uma forma, e vai resolver de uma forma. Por isso tão bem colocadas as palavras da guerreira, da coragem, fé, humildade que é o reconhecimento daquilo que está dentro de si e que por muitas vezes os guerreiros não conseguem enxergar. E podem ter certeza, guerreiros, que, muitas vezes, os obstáculos e problemas no seu caminho vem da falta de olhar dentro de si.

Se não conseguem olhar para dentro de si, como conseguem perceber o próximo?

Em tudo que foi falado nesta lua da noite, aqui na Casa de Luz, a mensagem que muitos conhecem e que Cacique vai lembrar aos guerreiros, é a história do vaso sagrado, onde grande chefe, já velho, precisava colocar alguém no seu lugar. Reuniu os guerreiros na tenda, em um círculo sagrado, colocou um vaso no meio e disse: este vaso é para mim tudo, é sagrado, me traz alegria, eu gosto muito. Mas a partir de hoje este vaso virou grande problema para Cacique e para toda a aldeia. Aquele guerreiro que resolver o problema vai ficar no lugar de Cacique.

Passaram algumas luas, os guerreiros pensando, pensando, uns conversavam com si mesmos e diziam: como ele gosta tanto do vaso, tem valor sagrado o vaso para Cacique e hoje virou problema? Nada dos guerreiros resolverem. Luas passando…

Até que uma lua sagrada, um guerreiro levantou, pegou o vaso e o jogou, quebrando todo o vaso. Grande Chefe chega dentro da tenda e diz: você, grande guerreiro, resolveu grande problema, Cacique. É você que vai ficar no lugar de Cacique e tomar conta de toda a aldeia.

A história acaba aí, mas o que fica é que se os guerreiros não derem o passo e eliminar obstáculos, o problema, e passarem luas e luas conversando com o problema, dependendo do guerreiro ou guerreira, este problema vai se tornar um grande fantasma dentro de si. Ainda que o fantasma esteja dentro, ainda consegue ajudar a si mesmo. Agora se o fantasma tomar proporção maior dentro da mente, aí sim se tornará problema maior que o fantasma, como diz o guerreiro Lobato, somatizará para o corpo, físico e saúde, e é quando começarão a acontecer problemas graves de saúde do guerreiro. É claro que isto não é tudo mas boa parte. Não se transforma cultivando problema, não dá o passo se não resolver colocar pedra no que ficou para trás e olhar para frente. O que ficou para trás é apenas para os guerreiros lembrarem para não cometerem os mesmos erros.

Na língua de vocês, como diz o guerreiro Lobato, quando os guerreiros falam a vida continua, para Cacique e para aldeia nossa, é palavra de homem branco, de guerreiros fracassados. Não é a vida continuase tira lição porque se não, como diz o guerreiro Lobato, passa pela displicência do caminho, da linha reta que os guerreiros devem ter. É como se estivessem falando: vai fazer o quê? Aconteceu, tenho que olhar para frente.

O reconhecer aquilo que aconteceu, que por muitas vezes é erro seu, é o principal ponto de um crescimento de um guerreiro. Não basta apenas virar a página e olhar para frente, Isto não serve para o crescimento. Primeiro olha para dentro de si e procura o seu erro. Não só o do próximo, mas o seu erro.  Se ausentar de culpa e não reconhecer não é corajoso do ser humano, é fracasso. Olhar para dentro de si e reconhecer, perceber o que fez, aí sim, segue o caminho. Quantos guerreiros não conseguem perceber e apenas falam: vou seguir caminho. Ou então falam: Grande espírito quis assim… Deus quis assim... Grande Espirito não quis nada assim. Porque como Cacique já disse luas para trás, se Grande Espírito criou grande máquina da vida, Grande Espírio deseja que todos tenham alegria em seu caminho, e não tristeza. Se estão tendo tristeza, é porque estão caminhando errado por algum motivo. Por isso Grande Espírito feliz com guerreiro que reconhece aquilo que fez.

Por isso da importância de transformar o seu caminho e caminhar diferente. Todos tem oportunidade de fazer este caminho diferente. Que aproveitem. Se querem fazer a sua busca por alguma coisa, lutem por aquilo que buscam dentro da sua verdade.

Apenas um caminho a corrente mostra aos guerreiros que é neste caso de lutarem com a verdade, não se luta com obstáculo. Por que Cacique fala não se luta com obstáculo? Se o obstáculo já está dentro de si e porque é mais forte que você, guerreiro, você, guerreira. Se o problema está na sua mente, tirando o sono, é porque é mais forte que você. Não se iluda: é perder sempre. Se os guerreiros reconhecerem antes, olharem para dentro de si e perceberem, vão colocar grande escudo sagrado em volta de si e não vão deixar obstáculo entrar em sua mente, tomar conta de seu espirito e, por muitas vezes, Cacique fala, tomar conta de seu espirito e tomar conta de sua alma.

O que fazer com o obstáculo? Olhe para dentro de si, como Cacique disse. Percebam o que foi feito, o que você fez, aí sim, não pare, segue o caminho. Os guerreiros caem no buraco é no momento em que param. Não é para parar. Seguem o caminho, analisa primeiro, olha, aí sim: É isso? É isso. Segue o caminho.

Não adianta ficar lutando. A pior luta que os guerreiros podem ter – Cacique falava em Terra, em vida, aos guerreiros de luta, é o guerreiro lutar com si mesmo. É a pior luta porque não se tem um ganhador, não existe. Os dois saem perdendo. Por isso, segue o caminho. Olha para dentro de si e dá o passo, segue o caminho. Não é para parar. Quem para, fica. Diferente de uma guerra, em que há momento de fazer a guerra, momento de ficar, momento de fazer estratégia, de perceber a melhor lua para o ataque, o lugar do ataque, quantos no ataque. Aí, sim.

Os guerreiros precisam lembrar que vocês são de vocês mesmos. São guerreiros livres na Terra, e cada guerreiro pode seguir o seu caminho, o seu rumo, não importando onde, mas que tenham um caminho reto, e de alegria.

Como diz o guerreiro Peão, e disse há reuniões para trás, até quando os guerreiros vão esperar para encontrar alegria nesta passagem? Se aqueles à sua volta estão criando obstáculos, deixa os guerreiros. No momento certo, o guerreiro acorda, a guerreira acorda. Cada guerreiro tem o seu tempo e momento de despertar. Cada espírito é diferente na Terra – uns mais evoluídos, outros, menos. Todos filhos do Grande Espírito. Todos tem o direito de terem, sim, o seu momento de alegria, de tristeza, mas que você guerreiro, você, guerreira, não se contamine por aquilo que querem colocar na sua mente.

A não ser que os guerreiros olhem para dentro de si e percebam que você é o problema, você é o obstáculo. E do que a corrente percebe, na maioria das vezes, sim. Não é espirito que atrapalha, não é o caminho, ou isso ou aquilo, mas é atitude errada. Estão plantando errado, colhendo errado. Ou já plantaram lá para trás errado e estão colhendo errado.

native americanA maior parte dos guerreiros que Cacique já conheceu – guerreiros que faziam guerra junto com aldeia nossa, que iam para a guerra, os guerreiros em espirito que Cacique já teve contato, e que já estiveram em guerra e passaram pela Terra em passagens de guerra e se tornaram grandes guerreiros também – gladiadores, grandes guerreiros que fizeram nome, fizeram sua história – sempre em guerra, todos sem exceção eram iguais em um ponto. Todos iguais – poderiam ter todas as diferenças, um com visão maior, outro menor, outro com ego acima, outro menos, outro sábio, mas todos com um ponto igual – todos desprendidos de qualquer energia contrária. Todos.

Quando energia contrária chegava, se aproximava em batalha, em guerra, era como se nada estivesse acontecendo, para Cacique, para guerreiro, para guerreira. Era como se o escudo já estivesse em volta destes guerreiros, em forma de espirito, conversando com todos estes guerreiros que já passaram pela guerra, e só lutaram, totalmente desprendidos de qualquer tipo de energia, de não se deixar contaminar por qualquer tipo de energia contrária. A tristeza poderia tomar conta alguns minutos no tempo de vocês, mas logo estava pronto para a próxima, com mais vontade ainda e sem achar culpado. É assim que se ganha uma guerra, é assim que se ganha a vida. Se desprenda um pouco de energia ruim, se desprenda um pouco de pessoas que estão fazendo do seu caminho um obstáculo.

Se forem ajudar, que falem a verdade, doa a quem doer, assim como Cacique e guerreiros faziam em vida, em Terra. Se quer escutar, escuta. Pelo menos estão sendo sinceros, é a forma de ajudar. E o ajudar não é colocar no colo, por muitas vezes o ajudar é desta forma, apontando o dedo e mostrar a verdade. Por que Cacique fala? Porque quando estão dentro do túnel de fantasma, de problema não consegue enxergar oque está acontecendo á sua volta.

Esta é a forma de ajudar: a si mesmo em primeiro lugar, e depois ajudar o próximo. O que os guerreiros não podem é se contaminar e ficar parado, ou parar. Faz o que tem que fazer e segue o caminho. O que falta, Cacique vê na Terra, para muitos, como diz o guerreiro Peão, é a palavra certa da conversa que Cacique teve com guerreiros – para muitos que acabam parando, conversando com obstáculo, deixando energia ruim tomar conta, o que falta é a disciplina com si mesmo.

Um guerreiro que é disciplinado, caminha em linha reta.Aí, sim, a conquista acontece, a sua busca acontece, a sua transformação acontece, e aqueles que quiserem vir ao seu caminho, que venham. Por isso Cacique disse desprendido de qualquer coisa.

Que, vocês, guerreiros de luz, tenham boas luas pela frente, reflitam sobre todaS as mensagem deixadas nesta Casa de Luz, se desprendam de certas coisas que já sabem.

Como bem disse a guerreira Juraci, que tenham a coragem, fé, esperança, humildade para caminharem e agradeçam a oportunidade que o Grande Espírito dá a cada um de vocês, guerreiros, de construir, de transformarem, e de poderem acima de tudo com a sua força de desprendimento, com a sua coragem, poder transformar. Que vocês aproveitem toda esta energia de guerra, de força, para que façam a diferença na Terra. Não adianta apenas caminharem na Terra, é preciso caminhar sentindo a terra, transformando e fazendo a diferença. Fazendo a diferença no seu caminho sagrado, escolhido por vocês mesmos. Não se esqueçam de que os grandes guerreiros que conquistaram, não deixaram criar fantasma na mente. Pensavam, refletiam, e resolviam. Sejam chefes de si mesmo. Este é o caminho. Que o Grande Espírito abençoe a todos. a

NUVEM VERMELHA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: