Quando a pessoa tem fé e acredita, o milagre acontece.

PREGOSHoje eu vou contar uma história para vocês, por isso pedi aos médiuns para também escutarem. De onde eu venho, antes de vir para cá e preparar esta reunião, eu tive uma conversa com o Chefe e as pessoas que estão aqui hoje é porque era para estarem aqui nesta data. Como costumo falar, sempre, nada está fora do lugar, não tem nada errado com nada – aí vocês vão entender o que estou querendo dizer. Por isso sejam bem vindos à reunião e, nesta reunião especial, vocês são os que eram para estar aqui, são bem vindos à Casa nesta noite, em especial.

Eu começo a contar para vocês uma história de uma escrava do Egito – era escrava de José de Arimatéia, eu falo de muito tempo atrás, da época de Jesus. Acredito que esta história que vou contar que vai servir para vocês, escolhidos, que estão aqui nesta noite. Esta escrava foi emprestada para ficar em uma casa sagrada, onde nesta casa existia as três Marias, entre elas a Maria Madalena. Foi emprestada para fazer os afazeres da casa para ajudar naquilo que eles precisavam pois ela era muito eficiente no que fazia. Até porque, para quem não sabe, as Marias tomavam conta de Jesus e de seus apóstolos.

A escrava, ajudando, firmava cada vez mais a sua fé no Mestre, porque escutava. Firmava sua fé naquilo que era dito nas Suas pregações, no seu caminho. Os dias foram passando, passando, e a escrava cada vez mais aprendendo – maravilhada com aquilo que escutava, aquilo que via que Jesus fazia nas suas caminhadas, sua fé foi aumentando cada vez mais.

Eu vou dar uma pulada na história, para vocês entenderem que o que estou falando é aquilo que precisam, na lei dos guardiões. Chegou um tempo , já na crucificação de Jesus, em que os romanos precisavam de um ferreiro que fizesse os cravos para que Jesus fosse cruficado na Cruz. Por medo, nenhum dos ferreiros quis fazer os cravos. Nisso foram procurar um cigano chamado Cigano Jacó que era um bom ferreiro, sabia fazer as coisas. No começo, ele também disse que não iria fazer de jeito algum mas sua família foi ameaçada para que ele fizesse de qualquer jeito os cravos para o dia da crucificação. Ele ficou sem saída e não só fez os cravos como também presenciou tudo naquele dia do acontecido. Antes do acontecido, o Cigano Jacó se aproximou de Jesus, olhou no olho de Jesus e disse: Senhor, você me perdoa porque o meu povo não é contra aquilo que você faz e prega, pelo contrário. O meu povo já te admira e já escutou muitos feitos, você me perdoa porque o meu povo te estima muito. Jesus olhou bem no olho dele e disse: Meu filho fica em paz, fica tranquilo e não esquece da moça da água.

Houve o feito no tal dia, o corpo de Jesus ficou  exposto, após o que foi praticamente colocado no túmulo da família de José de Arimateia, para quem não sabe. Aí como todos já sabem um pouco da história que é dita, o corpo sumiu e José de Arimateia foi acusado e praticamente iria ser crucificado. Só que era um moço que já tinha feito muita coisa pelo povo, e um moço de posse, e os governantes resolveram, em vez de crucificar o tal moço, deram uma pena a ele de pegar uma barca, e dentro dela estaria José de Arimateia, seu escravo, as três Marias, dentre elas Maria Madalena, e a moça escrava. Todos dentro de uma barca, que foi lançada em alto mar, sem remo, sem alimentação, sem nada, para que morressem.

A embarcação já estava em alto mar, e todos tinham desistido porque viam que não havia saída – eu sempre falo que para tudo tem uma saída. A tal escrava começou a orar, dentre as suas orações pedindo a Jesus que se fosse merecebimento dela e deles todos, que fizesse que a embarcação fosse parar em algum lugar seguro e de preferência todos vivos. Que se o feito acontecesse,  ela seria a sua escrava, levaria as palavras de Jesus nas suas pregações para tudo que é canto e a seguir o caminho de Jesus.

Como sempre acontece, quando a pessoa tem fé e acredita, o milagre aconteceu,porque lá para eles era um milagre. O barco foi parar em um lugar seguro, no sul da França. Parou, os pescadores foram lá para ajudar quem estava na embarcação, praticamente os pescadores ajudaram a todos menos a escrava, não ajudaram a escrava pelo tom de pele dela, era do Egito, e a deixaram na praia, quieta, onde ela se encontrava sozinha, apenas lá ela e o céu. E os outros foram recolhidos pelos pescadores.

beachNão muito longe daquela praia, a moça escrava andou, caminhou como Jesus fazia, até que uma aldeia cigana encontrou a tal moça, onde a história já tinha sido espalhada naquela aldeia e por toda a região onde se encontravam todos os ciganos – da prosa que ele teve com Jesus no último dia de sua vida quando Ele disse: presta atenção na moça da água.

A moça foi acolhida pelos ciganos, o tempo foi passando, ela com suas previsões, sempre tinha uma palavra de fé e encorajamento para todos que a procuravam. Vinham ciganos de tudo que era lado para conversar com a tal escrava. O tempo foi passando, passando, passando, e ela com suas previsões, ajudava a todos da aldeia.

Ela ficou velha, com muita sabedoria, com muita energia, com muita fé e esperança em tudo que ela teve oportunidade na Terra de presenciar – todo o sofrimento, todos os milagres, que foram passados para todos por Jesus, onde para todo o povo cigano, Jesus era considerado o cigano mais forte de todos. Era considerado um cigano. E os ciganos, assim como todos estão aqui agora, o consideravam o Cigano Mestre, com suas previsões, com sua palavra, porque teve o mesmo sofrimento, era um andarilho, e levava sempre uma palavra de conforto e ajudava quem precisava.

A escrava ficou velha, já com uma idade avançada, ela não casou, não teve filhos, seguindo os passos, assim como prometido, e disse que todo este tempo em que ela ficasse pregando, estudando, ela usaria um lenço  – a representação simbólica mais forte desta cigana que ajudou a muitos. Ela acabou falecendo após alguns anos, foi enterrada em uma gruta chamada Gruta de Santa Sara. Para quem não sabe a Santa Sara é a padroeira, a mãe dos Ciganos. O dia em que existe uma peregrinação até a gruta de Santa Sara, comemorando no dia 24 no tempo de vocês (maio) e hoje dia 25, onde todos os ciganos do país inteiro fazem uma peregrinação, ou aqueles que estão longe da gruta, fazem o oferecimento com o lenço e uma flor vermelha. Até hoje é feita esta peregrinação onde todos caminham até lá, para fazer seus pedidos, principalmente as mulheres, e principalmente buscando o feito de engravidar. E os pedidos são realizados. Santa Sara! A padroeira dos ciganos que, com sua fé, com sua esperança, conseguiu mudar um caminho.

ciganas e santa saraAproveitando que a Casa está cheia do meu povo cigano, assim como faziam na peregrinação, e vocês peregrinaram até aqui, chegando em vossas casas, na 5ª feira, vocês vão pegar um pedaço de papel e fazer um pedido, escrevendo no papel, deixar uma flor vermelha com o papel embaixo, dobrado. Pode fazer um pedido cada um, e deixa lá para ser realizado. É o comprometimento com todos os que estão aqui nesta noite, que se dirigiram para cá por livre arbítrio de vocês, ou escolhidos por nós.  Podem ter certeza que foram escolhidos para estarem aqui nesta noite. O único conselho que eu dou: saibam pedir. Saibam pedir.

Que a Santa Luzia e a Santa Sara abençoem todo o povo cigano, a vocês que estão aqui nesta noite, abençoados pelo Mestre Maior, pelo cigano maior que houve na Terra, Jesus Cristo.

Eu posso falar a vocês conversando com alguns amigos em espírito: história, lenda ou realidade? O que eu posso passar para vocês que escutei de um guardião amigo que acompanhou a história de Jesus, é que a história chega perto do que foi contada. Aproveitem a oportunidade que o maior dos ciganos nesta noite dá para vocês, que é Jesus, em fazer um caminho certo, em ter a atitude certa, em encontrar dentro de vocês mesmos esta fé que a escrava, a Santa Sara, teve naquele barco, orando , pedindo o que desejava realmente, que queria, se fosse pelo merecimento dela. Quando o pedido é feito de coração, o caminho se abre, e se o caminho não se abre, pode ter certeza de que vai ter algum esinho ou de um lado ou de outro, abrindo o caminho de vocês.

Quando é dada a oportunidade e se joga fora por artitude ou alguma besteira, como todos sabem, a consequência é grande. Não tiramos o livre arbítrio de vocês mas nós ajeitamos o caminho de cada um. Aquilo que estão por passar pode ser tirado, pode ser amenizado, aí depende de como vocês estão tratando a vocês mesmos, o que vocês estão fazendo no caminho de vocês, eu falo no sentido de como estão se tratando. Porque pedir uma coisa e fazer outra, limpar o caminho e vocês sujarem o caminho, está errado. Aí do que adianta a gente limpar o caminho de um e de outro e vocês não aproveitarem? Do que adianta interceder por certas coisas se às vezes não existe o certo da parte de vocês? Aí não adianta anda. Mas o nosso trabalho é duro, o nosso trabalho é acreditar que as coisas podem mudar, se a fé que determina um caminho for executada, aquele caminho livre, de boa conduta, de bom pedido, como é falado, vai ser realizado. Agora, quando tem um longo caminho pela frente, o caminho está sendo um e vocês não conseguem escutar vocês mesmos, pode ter certeza de que, quando é posto, no caminho de vocês, certas coisas e vocês não aproveitam, a lei cobra. É onde existe o sofrimento, é onde existe o passar por certas coisas que acontecem porque criaram todo um caminho que foi limpo pelos guardiões. Todo o caminho foi manchado porque não se teve a boa vontade de perceber onde estavam pisando.

Aproveitem a oportunidade dada, façam o pedido de vocês, tenham fé assim como a Santa Sara, única que teve fé naquela embarcação, e foi salva.Que assim seja.

PEÃO

(Peão convoca a cada uma das entidades que voltem ao aparelho e se dirige à médium que faz as psicografias):

irmã Viviane, se concentra, a mão vai esquentar, a mão vai deslizar, o cigano Jacó está atrás de você e você vai deixar uma mensagem através dele. Se concentre, deixe a mão deslizar no papel e que a Santa Luzia te abençoe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: